InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 apoio de cabeça

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: apoio de cabeça   Dom Out 13, 2013 10:38 am

Planejando voltar à randonagem, achei que estava na hora de reativar o apoio de cabeça - que faz falta na minha percepção

- em subidas muito longas
- a partir da segunda centena de kms
- quando a inclinação do banco tem um ângulo menor que x

(não sei qual é, mas sei que o meu se enquadra, embora nunca tenha medido)

Tenho um apoio de carbono feito pelo Klaus que nunca deu muito certo porque nunca consegui acertar o estofamento.

Agora acho que acertei. Usei um pedaço de macarrão de piscina "fincado" no apoio - em vez de colado - e duas seções de espuma coladas na transversal, deixando um espaço (recesso) no meio onde a presilha do capacete pode entrar (e não incomodar).

Só tem um problema: o visual ficou grotesco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Dom Out 13, 2013 10:06 pm

artur elias escreveu:
apoio de cabeça - que faz falta na minha percepção
- quando a inclinação do banco tem um ângulo menor que x
(não sei qual é, mas sei que o meu se enquadra, embora nunca tenha medido)
É uma questão muito pessoal, mas os gringos que consultei dizem que esse ângulo é de aproximamente 23 graus. Está de acordo com a minha experiência.

artur elias escreveu:
Tenho um apoio de carbono feito pelo Klaus que nunca deu muito certo porque nunca consegui acertar o estofamento.

Agora acho que acertei. Usei um pedaço de macarrão de piscina "fincado" no apoio - em vez de colado - e duas seções de espuma coladas na transversal, deixando um espaço (recesso) no meio onde a presilha do capacete pode entrar (e não incomodar).

Só tem um problema: o visual ficou grotesco.
Eu tentei a via do DIY (faça você mesmo), perdi a paciência e comprei um headrest HP Velotechnik. Dinheiro jogado fora. Descobri tardiamente que esse headrest não serve para bancos muito deitados. Agora uso um ADEM e estou gostando. Ainda penso em fazer uma capinha para rechear com uma espuma de densidade bem baixa para ver se amortece oscilações, mas não é algo prioritário porque funciona bem como está.

Você mencionou a presilha do capacete. Eu optei por adquirir um capacete SEM presilha, um Giro Prolight. É um modelo descontinuado (e, portanto, barato se comprado no exterior), ridiculamente leve e com amplo espaço na parte de trás para você poder apoiar a cabeça no headrest sem interferência alguma do capacete.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Ter Out 15, 2013 9:31 pm


Citação :
É uma questão muito pessoal, mas os gringos que consultei dizem que esse ângulo é de aproximamente 23 graus.  Está de acordo com a minha experiência.
 


Um dia tiro uma foto e meço o ângulo. Na verdade até estou pensando em deitar um pouco mais, se o apoio funcionar realmente bem.


Citação :

Ainda penso em fazer uma capinha para rechear com uma espuma de densidade bem baixa para ver se amortece oscilações
 

Acho que esta é uma boa idéia. Embora eu diria: reduzir trepidação - não sei se estamos falando da mesma coisa.

O troço transmite vibração que vem do banco que vem da roda que vem do chão - adoidado. Uma camada de espuma fofa deve ajudar bastante.


Minhas impressões depois de pedalar algumas dezenas de kms usando o apoio intermitentemente:

- fiquei perplexo com o quanto uma pequena mudança na distribuição do peso - causada pela cabeça relaxada para trás - influencia o comportamento de direção pelo menos na minha bicicleta. A direção parece subitamente mais instável, e a atitude corporal (pescoço relaxado) parece modificar/atrapalhar, num primeiro momento, a dinâmica do equilíbrio

- mal comparando, achei parecido com experimentar uma reclinada desconhecida (?!)

- outra coisa muito curiosa e que talvez venha a se revelar um problema - ou não: depois que comecei a acostumar, cada vez que desencosto a nuca e volto à atitude/postura habitual, parece que tem alguma coisa errada tbém! espero que meu corpo aprenda que as 2 coisas são "normais"

- cada vez que encosto/desencosto tenho que reajustar levemente o espelho do capacete - o que felizmente é muito fácil de fazer, desde que passei a usar espelho de 5 pila por influência do Klaus...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Ter Out 15, 2013 9:35 pm


Ontem foi um desses dias meio tortos nos quais (quase) tudo dá errado.

Então perdi o estofamento novo (e grotesco) que estava funcionando tão bem. Deve ter caído por causa de algum solavanco muito forte em alta velocidade (descida + buracos).

Mas há males que vêm para o bem.

Saquei um jeito de obter a mesma forma, com os mesmos materiais, mas com menos volume total.

Graças a isso, a nova versão da almofadinha ficou menos grotesca. E meu irmão me deu uma idéia excelente para a capa: utilizar meia-calça preta. De inverno, talvez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Ter Out 15, 2013 11:54 pm

artur elias escreveu:
Acho que esta é uma boa idéia. Embora eu diria: reduzir trepidação - não sei se estamos falando da mesma coisa.
Eu falei em "oscilações" porque a haste do ADEM, por ser flexível, amortece bastante a trepidação.  Pensei na espuma como uma maneira de amortecer o vai-vem da cabeça.

artur elias escreveu:

- fiquei perplexo com o quanto uma pequena mudança na distribuição do peso - causada pela cabeça relaxada para trás - influencia o comportamento de direção pelo menos na minha bicicleta. A direção parece subitamente mais instável, e a atitude corporal (pescoço relaxado) parece modificar/atrapalhar, num primeiro momento, a dinâmica do equilíbrio

- mal comparando, achei parecido com experimentar uma reclinada desconhecida (?!)
Também sinto grande diferença na dirigibilidade, mas não atribuo isso a uma mudança na distribuição de peso.  Acho que a cabeça, por sua massa e posição, ajuda muito na manutenção do equilíbrio quando está "desacoplada" da recli.  Estando apoiada no headrest, as funções "sensoras" ficam comprometidas, eu acho.  

Um exercício interessante com a cabeça apoiada é pedalar de maneira a produzir o mínimo de "pogo" possível na cabeça -- ou seja, pedalar o mais "redondo" possível.  Admito que faço isso apenas raramente, pois "socando a bota" vou mais rápido!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qua Out 16, 2013 10:02 am

Acompanhando a conversa com atenção. Mas, Mestre Yoda já adverte:



Quando a gente fala apoio de cabeça, o apoio é de nuca, mesmo, igual a foto do site da adem?



Como está o de vcs dois? E como instalaram no banco? Parafuso, rebite? Fácil ou complicado? O seu é o 2C, Roberto?

Já falei mil vezes por aí mas repetirei: a minha está a 25-26 graus e está de boa, gostaria de testar uma inclinação maior mas não queria perder o ponto do pescoço que está ótimo*. Qndo fiz 300 boituva com a bless a 24 graus, senti o pescoço, mas estava tudo diferente, guidão open e fazia um bom tempo que estava a apenas 34 graus na fox. Depois, fiquei um tempo com a meta a 30 graus, e desci pra esses 26, 25 (tem hora que meço e dá perto de 24... como não sou alto e meu tronco não é grande, acho que até é bem aerozinho esse ângulo). A outra questão é visibilidade, e aí pode ser que eu só tenha a perder, principalmente pedalando à noite mas aí é outra conversa (importante, mas off-topic).

Se meu ângulo tá mesmo nessa região, pode ser que o encosto traga um descanso, mas aí não sei como meu capacete vai reagir (aliás, estou incomodado com ele, depois que instalei a viseira, ele começou a querer voar em descidas muito rápidas, não achei a combinação certa tiras+presilhas). Tb teria o lance do espelho, mas ele de fato é bem ajustável (estou em falta dele, o meu último sumiu, perdi em algum lugar da rodoviária do tietê, e não achei nenhum allkar igual o que o klaus fez pra mim por aqui (o meu eu perdi no fatídico ataque de abelhas, não sei se contei aqui no fórum).

Artur, chupinhei uma foto da sua M5 (a do projeto do trans-flauta), dei uma mexida nela aqui pra alinhar por causa do rolo na roda traseira, e diria que está a uns 24 graus.

*observação: tenho falado sempre que tá ótimo, e é ou era verdade, mas nos últimos pedais comecei a sentir uma coisinha no pescoço e a causa pode parecer imbecil: aquela minha garrafa com mangueirinha, na frente, tenho impressão que a mangueirinha deu uma broxada e está mais perto do queixo que da boca, e inconscientemente eu chego a cabeça um pouco pra trás o tempo todo, pra ela não ficar batendo no meu queixo enquanto pedalo. Nisso, tensão desnecessária. Pra deixar na posição que estava antes, tive que dar uma subida ligeiríssima no guidão, e aí ele fica mais alto do que gosto (pouca coisa, mas suficiente pra achar que não está tão legal). Acho que vou afastar um pouco mais o guidão pra frente, e deixar a mangueirinha mais longe e, qndo tiver que beber, chego um pouquinho o pescoço pra frente. Ou deixo o guidão ainda mais baixo e levanto-o na hora de hidratar (mostrando ao vivo ia ficar mais fácil de explicar).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qua Out 16, 2013 1:45 pm

ninocoutinho escreveu:
Como está o de vcs dois? E como instalaram no banco? Parafuso, rebite? Fácil ou complicado? O seu é o 2C, Roberto?
O meu é o ADEM 2C, sim, instalado com os parafusos fornecidos.  Está pegando mais acima do que o do AeroDon nessa foto.  Acho melhor apoiar na base do crânio em vez de no pescoço.  

ninocoutinho escreveu:
Já falei mil vezes por aí mas repetirei: a minha está a 25-26 graus e está de boa, gostaria de testar uma inclinação maior mas não queria perder o ponto do pescoço que está ótimo*. Qndo fiz 300 boituva com a bless a 24 graus, senti o pescoço, mas estava tudo diferente, guidão open e fazia um bom tempo que estava a apenas 34 graus na fox. Depois, fiquei um tempo com a meta a 30 graus, e desci pra esses 26, 25 (tem hora que meço e dá perto de 24... como não sou alto e meu tronco não é grande, acho que até é bem aerozinho esse ângulo). A outra questão é visibilidade, e aí pode ser que eu só tenha a perder, principalmente pedalando à noite mas aí é outra conversa (importante, mas off-topic).
Se você mantiver o banco como está, talvez nem use muito o headrest.  Com o tempo a gente se acostuma a não apoiar a cabeça.  Acho que a musculatura do pescoço vai se fortalecendo, sei lá...   Curiosamente, quando estou pedalando forte não sinto falta do headrest.  Quando estou mais relax, uso mais.  

Se eu pedalasse à noite, arrumaria algo como uma Tour Easy, talvez com bolha e sock!  Nas high-racers fico completamente ofuscado pelos faróis dos carros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qua Out 16, 2013 8:46 pm

Citação :
Acompanhando a conversa com atenção. Mas, Mestre Yoda já adverte:


Yoda tem toda razão.

É que eu fico com vergonha de confessar que até hoje não consegui decorar
o (incovenientemente complicado) processo de inserir imagens neste fórum.

Embarassed 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qua Out 16, 2013 8:52 pm

ninocoutinho escreveu:

Artur, chupinhei uma foto da sua M5 (a do projeto do trans-flauta), dei uma mexida nela aqui pra alinhar por causa do rolo na roda traseira, e diria que está a uns 24 graus.
Valeu Nino!

E eu descobri, ou melhor, relembrei, que tenho bastante curso no rasgo do amortecedor pra deitar mais o banco. Além de um furo extra (sim, eu FUREI o quadro tempos atrás - depois de umas 3 horas medindo e traçando e rezando).

Então posso ficar mais aerodinâmico/rápido e aproveitar mais ainda o apoio de cabeça. Mas isso não combina muito bem com o trânsito pesado, onde faço 90% da minha quilometragem.

Ah, hoje terminei a 2ª versão do meu novo design pra almofadinha... Ficou muito mais elegante que a primeira, que foi perdida conforme relatei. Ainda não sei se ficou tão boa de usar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qui Out 17, 2013 8:48 am

artur elias escreveu:
E eu descobri, ou melhor, relembrei, que tenho bastante curso no rasgo do amortecedor pra deitar mais o banco. Além de um furo extra (sim, eu FUREI o quadro tempos atrás - depois de umas 3 horas medindo e traçando e rezando).
Interessante, mas a caixa de direção não fica muito deitada?  Sentiu que piorou em termos de dirigibilidade?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
duram



Mensagens : 629
Data de inscrição : 30/01/2010
Idade : 53
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qui Out 17, 2013 11:11 am

Já tive o apoio na minha under e só funcionava quando parado, devido ao asfalto ruim no Rio é impossivel usar enquanto se pedala além do suporte quebrar toda hora devido a fadiga com a vibração, melhor levantar o banco em alguns graus que o resultado é o mesmo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com.br/duram
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qui Out 17, 2013 4:16 pm

Mordaz escreveu:
artur elias escreveu:
E eu descobri, ou melhor, relembrei, que tenho bastante curso no rasgo do amortecedor pra deitar mais o banco. Além de um furo extra (sim, eu FUREI o quadro tempos atrás - depois de umas 3 horas medindo e traçando e rezando).
Interessante, mas a caixa de direção não fica muito deitada?  Sentiu que piorou em termos de dirigibilidade?

Não, é que na época eu usava um amortecedor um pouco mais comprido do que o recomendado - então o furo extra era para compensar e obter o ângulo de reclino mínimo possível dentro do projeto original.

Agora é o contrário, estou usando um amortecedor mais curto do que o recomendado...

Comprei um que seria o comprimento ideal com o Dana, mas não serviu - ele não se deu ao trabalho de medir o espaço (largura do quadro) de uma M5 ou me perguntar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qui Out 17, 2013 5:15 pm

artur elias escreveu:
Comprei um que seria o comprimento ideal com o Dana, mas não serviu - ele não se deu ao trabalho de medir o espaço (largura do quadro) de uma M5 ou me perguntar.
Não é o que se espera de um lojista especializado em reclinadas... No 

Um cara a quem eu recorro de vez em quando para compra de peças é o Zach Kaplan. O atendimento dele é 100%.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qui Out 17, 2013 7:25 pm

Mordaz escreveu:
artur elias escreveu:
Comprei um que seria o comprimento ideal com o Dana, mas não serviu - ele não se deu ao trabalho de medir o espaço (largura do quadro) de uma M5 ou me perguntar.
Não é o que se espera de um lojista especializado em reclinadas...  No 

Um cara a quem eu recorro de vez em quando para compra de peças é o Zach Kaplan.  O atendimento dele é 100%.

Vou me lembrar dessa dica se precisar.

O Dana (=Carbent=Bent Up Cycles) é o rei da simpatia, todo mundo acha ele o máximo e tal,
mas depois de lidar com ele umas 3 vezes acabei ficando com a impressão que
se o cliente não vai gastar vários milhares de dólares de uma vez,
ele digamos assim não se esforça tanto.

Além desse caso do amortecedor (que ele recomendou inclusive), teve uma outra encomenda de um monte de peças (inclusive um banco Velokraft) que ele babou e mandou muito em cima do prazo; resultou que a pessoa que ia trazer não recebeu a tempo e eu fiquei meses esperando um outro portador, que apareceu meio que por milagre. E o Dana? nem era com ele, já tinha sido pago.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Seg Nov 18, 2013 11:00 am

Há duas semanas abaixei o ângulo do assento da Meta, pra uns 23 graus. Estava a uns 26. Chatinho demais fazer essas modificações, pq vc tem que ajeitar a posição do banco no olho e na furadeira - a não ser qndo dá pra mexer no boom, o que não era o meu caso, que já estava inserido ao máximo e eu precisava é chegá-lo perto (qndo vc deita o banco, o quadril é jogado pra trás, o que faz os pedais ficarem mais longe que antes)

Não fiz nenhum pedal longo ainda nessa configuração, no máximo umas 2h e pouquinho de pedal, mas já deu pra sentir a necessidade do encosto. Até vai bem sem, mas vc fica vez ou outra sentindo um incomodozinho, que sempre passa ao fim de alguma subida, ao chegar a um pedaço mais plano, etc.

Andei coletando uns materiais pra fazer meu próprio, mas o Roberto tb me fez a oferta do HPVelotechnik dele, que não funcionou pra 19 graus mas tlvz funcione pros meus 23. Vejam que ele tem que ficar razoavelmente longo e ligeiramente angulado, pra chegar ali embaixo do capacete:



Vc acha que o HPVelo daria, Roberto? Vi poucas fotos "reais" dele na net, com ângulo bem deitado, com uma cabeça ali por perto, e com essa parte visível. A melhor que achei foi esta (edit: não é o mesmo apoio, certo?). Em algum lugar li sobre possibilidade de ajustes até 28 graus, que suspeitei o ser ângulo não em relação à horizontal, mas à vertical, correto?

Sobre os efeitos desses 3 graus a menos, como disso no tópico do brevet 200 da sac, achei impressionante! Vejam meus tempos num retão aqui (ligeiramente descendente), de 2.5km. Os dois primeiros tempos são a 23 graus, todos os outros, a 26:



A bike com a mesma configuração e eu com o mesmo condicionamento ou pior, pois tenho treinado menos (pode até ser que eu esteja com mais 'energia' por estar me poupando mais, mas acho pouco provável). Os dois tempos mais rápidos que fiz com a menor inclinação foram com FC bem mais baixa que todos os outros. O quinto tempo é meio atípico, foi o que mais forcei e provavelmente peguei trânsito ou vento, pra não ter adiantado tanta força. (lembrando que frequência cardíaca não é a melhor medida possível de esforço).

Não percebi mudança negativa em subidas, mas não fiz nenhum teste comparativo. Se resultar diferente, pra pior, pode ser por um pior condicionamento, na atualidade. Mas peguei uma subida cruel em paralelepípedo, que nunca tinha enfrentado de reclinada, e cheguei lá em cima sem problemas, ainda que com muito esforço - típico da subida em questão, e não por estar de reclinada.

Não sou tão fascinado pela velocidade ou por incríveis médias, mas sim pela nítida percepção da economia de energia. Não quero pedalar mais que ninguém (apesar de ficar feliz por conquistar o KOM deste trecho, com todo mundo em geral olhando torto pra sua bicicleta!), e sim pedalar MUITO, e se a bicicleta me faz pedalar mais rápido com menos esforço, lógico que estou comprando a ideia! Nessas medidas aí, eu estaria ganhando uns 10 minutos a cada 50km, gastando menos energia. Isso, óbvio, num terreno semelhante e com médias semelhantes. Em velocidades mais baixas a diferença deve ser menos nítida, mas existe e ao longo de muitos km deve ser muito, tb.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Seg Nov 18, 2013 3:31 pm

Argh! Essas suas fotos em close são aterradoras...

Baim... acho que o HPVelo NÃO vai servir. Para dizer com certeza, eu teria de ver o contorno da parte superior do banco (o seu braço está na frente).

Depende também da altura em que você pretende apoiar a cabeça. O seu capacete restringe um pouco isso porque não é confortável apoiar no botão de ajuste.

Pode ser que, depois de algum tempo com o banco nesse ângulo, você descubra que não precisa de um headrest. Mas também, mesmo não precisando, pode ser mais confortável usá-lo, ainda que só de vez em quando.

Quanto aos dados que você coletou, a frequência cardíaca é estimada ou medida com monitor cardíaco? Caso sejam valores medidos mesmo, dizem mais que a velocidade.

O que eu acho bacana em otimizar a aerodinâmica é exatamente isso que você falou: poder manter a mesma velocidade com menos esforço. Mas também (por que não?) mais velocidade com o mesmo esforço.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Ter Nov 19, 2013 12:31 pm

Mordaz escreveu:
Argh!  Essas suas fotos em close são aterradoras...
Falô, ô, Brad Pitt do Recreio!!Twisted Evil 

A lista de reclineiros bem apessoados e atraentes é longa. Tem o... o... também o... OH, WAIT!!!! affraid 

Mordaz escreveu:
Baim... acho que o HPVelo NÃO vai servir.  Para dizer com certeza, eu teria de ver o contorno da parte superior do banco (o seu braço está na frente).
Bom saber. Sei que a foto tá péssima, tirei sozinho, o ideal seria com alguém me ajudando, e com vestes superiores mais esportivas

Mordaz escreveu:
Depende também da altura em que você pretende apoiar a cabeça.  O seu capacete restringe um pouco isso porque não é confortável apoiar no botão de ajuste.
Pensei em fazer um MUITO fofo. Com muita espuma. Aqui, algumas das coisas que coletei pra fazer (espuma, etaflon, e uma calha metálica):



Mordaz escreveu:
Pode ser que, depois de algum tempo com o banco nesse ângulo, você descubra que não precisa de um headrest.  Mas também, mesmo não precisando, pode ser mais confortável usá-lo, ainda que só de vez em quando.  
Acho que estou cada vez mais tolerante. Andei bastante de recli nos últimos dias. Em geral, por causa dos afezeres pros quais em geral prefiro outras bikes, costuma ser no máximo duas ou três vezes por semana os pedais reclinados.

Mordaz escreveu:
Quanto aos dados que você coletou, a frequência cardíaca é estimada ou medida com monitor cardíaco?  Caso sejam valores medidos mesmo, dizem mais que a velocidade.  
Sim, a cinta Garmin, 'pareada' com o celular. Aí o estimado é só a potência, o que eu imagino que seja grande bobagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Qua Nov 20, 2013 7:08 pm

Eu estava indo por esse caminho: a espuma menos densa que achei, etaflon e um perfil chato de alumínio, semelhante ao do ADEM. Fiz alguns protótipos, mas, depois de algum tempo, perdi a paciência e comprei o maldito ADEM.  Agora percebo que só sentar na recli não basta para ajustar o headrest; é preciso dar umas voltas e testar em condições reais.  A ajustabilidade do ADEM não é tão imprescindível assim, já que não o reajusto nunca!  E um ajuste fundamental ele não tem: o de posicionamento para frente/trás.

Ultimamente tenho "namorado" o headrest da M5... parece confortável, embora seja bem diferente do que eu buscava originalmente.  Antes eu pensava em apoiar a cabeça no headrest de maneira a deixá-la na posição em que normalmente fico, olhando diretamente para frente.  Agora, com o ADEM instalado e com a minha relutância em dobrar a haste de alumínio para obter essa posição (dobrar é a única maneira de se fazer o tal ajuste frente/trás), estou com a cabeça um pouco mais "deitada" sobre o headrest.  Ainda não experimentei o suficiente, mas TALVEZ uma posição mais deitada (seguindo a recomendação genérica de manter o apoio paralelo à parte superior do banco) reduza a "pogada" de cabeça que ocorre em sincronismo com a pedalada.  

Essa posição talvez também seja melhor pelos motivos explicitados neste artigo, que faz a afirmação ousada de que um "hip angle" bem aberto é favorável à respiração e, portanto, às escaladas.  Pela minha experiência limitada, parece que é mesmo possível uma "aclimatação" com ângulos de banco (e talvez de headrest) bem rasos, mas tenho minhas dúvidas se isso é melhor para uma escalada do que um ângulo mais fechado.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: apoio de cabeça   Hoje à(s) 7:34 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
apoio de cabeça
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» o que acusou o TAC que fiz á cabeça.....
» Reparação da Cabeça do meu WJ 3.1 de 2000
» IV Torneio de Fotos Cloth Myth Revolution(Apoio: Diego Maryo)
» V2 - Vale a pena comprar a versão 1.0
» Pressão nos ouvidos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ciclismo reclinado geral-
Ir para: