InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Pedro Rocha



Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/11/2013

MensagemAssunto: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Ter Nov 26, 2013 12:28 pm

Boa tarde, pessoal.

Sou completamente novo no mundo das reclinadas, nunca pedalei uma e há pouquíssimo tempo descobri esse universo que está me encantando a cada nova informação.
Entretanto ainda tenho muitas dúvidas que, acredito, possam ser sanadas por vocês, experientes e felizes donos de reclinadas.

Bom, estou organizando, junto com uma turma, uma viagem que vai durar cerca de 20 dias e por onde percorreremos uma boa distância de bike (cerca de 1000km.)
Tenho duas bikes, sendo uma Dahon Eco C7 (dobrável) e uma Nirve Wilshire. A dahon é uma dobrável de aro 20 e a Nirve é uma bike de uma marca californiana, MUITO BOA (sou apaixonado pela bike) mas creio que não se sairia bem nessa viagem, principalmente pela falta de suspensão e pelas características mais urbanas da bike.

Pensando nisso, cogitei comprar uma nova bike pra fazer essa viagem, mas nunca fui muito fã de MB. Foi quando descobri as bikes reclinadas e me encantei por saber que muita gente faz cicloturismo, enfrentando os mais diversos tipos de terrenos com esse tipo de bike. Descoberto esse "novo mundo", surgiram inúmeras dúvidas:

1 - Penso em fazer a viagem no inicio de janeiro, ou seja, daqui há 1 mês e pouquinho. Como moro em Vitória - ES e aqui não tem nenhum local onde eu possa comprar uma bike reclinada, tenho que pedir pela internet, o que pode demorar um pouco. Será que com esse tempo apertado consigo comprar a bike e dá tempo de me adaptar a esse novo tipo de pedal até o dia da viagem, já que nunca pedalei esse tipo de bike? Dicas de qual bike comprar, já que estou pensando em cicloturismo? Andei pesquisando Zohrer e Solyom, mas o site da solyom não tem fotos, informações, preços. Fiquei meio perdido quanto a marca e modelo.

2 - Pelo que vi, nos modelos da Zohrer, o suporte para adaptar os alforges ficam embaixo do quadro? Não é perigoso, por estar tão próximo do chão?

3 - Encontrei um anuncio de venda de uma bike da Zohrer usada, mas não tem suporte para alforge. Se eu comprar essa bike, é fácil arrumar um suporte pra alforge que dê certo? Onde posso encontrar isso?
Aproveitando o ensejo, a bike é essa. Alguem sabe me dizer qual o modelo dessa bike?


Me desculpem se pareço um pouco chato, é que realmente sou novo nesse universo e tô cheio de dúvidas. Além disso, o investimento pra adquirir e equipar uma bike dessa pra cicloturismo é alto, então preciso do máximo de informações possíveis.


Um abraço a todos, profundamente agradecido a quem puder ajudar.
Tô curtindo muito o forum!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Rocha



Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/11/2013

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Ter Nov 26, 2013 12:40 pm

não consegui postar a foto da bike..vou tentar novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Rocha



Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/11/2013

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Ter Nov 26, 2013 12:43 pm

E essa é Nirve da qual eu tinha falado. Coisa linda, mas acho que passaria um aperto em uma viagem mais longa e em terrenos distintos.


Última edição por Pedro Rocha em Qui Nov 28, 2013 11:16 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ZÖHRER



Mensagens : 381
Data de inscrição : 23/05/2009
Idade : 49
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Ter Nov 26, 2013 4:27 pm

Olá Pedro,
o suporte ou porta alforje da Zöhrer existe em duas versões, o porta alforje simples para um par de alforjes,
e o porta alforje duplo para dois pares de alforje.
Fora isso vc pode instalar um pequeno bagageiro traseiro( do tipo que se usa na frente das MTB( e mais uma bolsa de guidão.
Não tem o menor risco de o alforje encostar no chão o na lama, sendo que a posição debaixo do banco para os alforjes é ideal,
pois baixa o centro de gravidade e aumenta a estabilidade da bicicleta nas diferentes condições de terreno.
O porta alforje é vendido separado e é confeccionado em alumínio assim como o quadro da bicicleta, e se fixa em esperas próprias soldadas no quadro.
Posso te mandar lista de preço se me fornecer o e-mail.

Elcio Tenório viagem de volta ao mundo.( modelo Zöhrer Turismo)
Usando porta alforje duplo;




Modelo Turismo com 4 alforjes Ortlieb traseiros





Viagem do grupo Zöhrer pelo interior do estado do Rio de Janeiro usando modelo Zöhrer EXD porta alforje simples.





Marcelo e a Adri na viagem a Patagônia ( modelo Zöhrer EXD com uso de porta alforje simples)



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://zohrer.com.br
Pedro Rocha



Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/11/2013

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Ter Nov 26, 2013 5:48 pm

Olá, Zohrer.

Obrigado pelas respostas. Gostaria, sim, que me enviasse um email com a lista de preços, tanto das bikes, quanto dos acessórios.
Cheguei a dar uma olhada no site, pelo que me pareceu, vocês só estão comercializando 3 modelos. É isso mesmo?
Mas reparei que a Zohrer já fabricou outros modelos, não fabricam mais?
E o prazo pra entrega? Qual modelo você indicaria pro meu caso, que farei uso quase que exclusivamente para cicloturismo?

Ahh, e o modelo daquela bike que postei? É uma turismo?

Segue meu email para a lista de preços

peubuxinha @ hotmail . com


Desculpe por tantas dúvidas...hahaha


Um abraço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Qui Nov 28, 2013 9:37 am

Olá, Pedro, seja bem-vindo ao fórum e ao potencial reclinismo! (ou recumbência, como outro dia disse o Mordaz)

A essa altura o seu xará talvez já esteja te dando uma ajuda mais pessoal, mas gostaria também de dar minhas opiniões e orientações.

Bem, que legal que descobriu o universo do pedal recentemente! Eu, apesar de pedalar desde criança, me locomover de bike
durante a adolescência e também um pouquinho depois de formado, acabei me envolvendo 100% com a bike apenas depois de começar
de fato uma vida de "trabalhador" (passar num concurso e ir morar em outra cidade, com a patroa). Alguns meses depois de instalada
a realidade do pedal do dia-a-dia, de querer pedalar mais e melhor e da total falta de vontade de querer um carro, me veio o interesse
pelas reclinadas, após um interesse passageiro pelas elétricas.

Suas bikes são legais mas realmente podem não ser ideais pra sua viagem - porém, tudo depende da viagem. A Nirve tem pouca amplitude
de marchas, e vejo isso como a única questão problemática, pois de resto ela é bem preparadinha, bagageiro parece muito bom, tem paralamas,
tem rodas grandes, que tende a ser uma vantagem (mas nem sempre é). A Dahon também pode ser apropriada, mas ela também peca pela
falta de amplitude de marchas, e se a viagem envolver estradas de terra, ela sofre mais, mesmo que troque os pneus por cravudos. Mas tb
daria pra usar, com algumas modificações. Na minha, trabalho com pedivela dupla e, claro, câmbio dianteiro, assim ganhei muitas marchas leves,
sem perder as pesadas. A bike fica mais versátil e dá pra pedalar bastante assim! Recentemente fiz uma viagem a SP e levei-a; em um dos dias
pedalei por quase 100km pela cidade, com minha carga completa (alforje+mochila estavam somando 16kg, mais que a própria bike!), e foi tranquilo,
deu pra ver que numa viagem por asfalto ela iria bem. Clique aqui para ver como estava montada.

Alguns conseguem fazer grandes distâncias e viagens de dobrável. Tenho quatro camaradas que já fizeram audax 200km de dobrável, concluindo
com sucesso. Desses quatro, dois já concluíram também audax 300. Os dois tentaram 400km mas não conseguiram, o que não quer dizer que é
impossível ou muito mais difícil com dobrável; num brevet as coisas vão bem além da escolha da bike - claro que passa por ela, e pode ser decisivo.

Nestes dois artigos (1 e 2), vc encontra orientações do Waldson pra transformar uma dobrável comum numa bike com potencial pra cicloviagem.
Vc pode não querer transformar sua dobrável numa bike de tour, mas algumas modificações podem até melhorar a potencialidade de uso urbano dela.

Sobre a intenção de fazer sua viagem numa reclinada, acho ótima a iniciativa, mas espero que esteja alerta com algumas coisas:

a) bike de viagem tem que ser uma bike com a qual se tem bastante intimidade. é muito legal a intimidade do dia-a-dia, mesmo. saber como ela se
comporta, quais costumam ser os problemas... pegar uma bike nova um mês antes de uma viagem é um grande risco, pois pode não dar tempo de
vc ter essa relação com ela.

b) contudo, pode ser um risco minimizado: vc pode pegar a bike e pedalar todo santo dia, tentando enfrentar situações
parecidas com as que vc imagina que enfrentará na viagem: subidas duras, descidas muito rápidas, terrenos não tão amistosos, bike estando com
muita carga, bike sendo empurrada, bike precisando parar encostada em alguma lugar sem ter um lugar ideal pra fazer isso, bike sendo levada escada
acima, escada abaixo, bike entrando num ônibus, bike sendo levada num carro, costume de desmontar uma parte específica dela e remontar (por
alguma necessidade de transporte) e, o mais importante, ver como um dia inteiro de pedal (8h de pedal é uma medida boa) resulta no seu corpo
e o que vc pode mudar na combinação bike-ciclista.

c) adaptação às reclinadas: muito se fala do tempo que se tem pra desenvolver os bent-muscles, e acho que a grande verdade é que a maioria dos
que se convertem às reclinadas ainda não estão plenamente condicionados, ou, pra deixar de imaginar que existe algum padrão de "plenamente condicionados",
eles não começam nas reclinadas com o mesmo condicionamento que, depois de um tempo, passarão a atingir. digamos q começamos ainda "deixando a desejar"
enquanto ciclistas. como disse, acho que com boa parte é assim. já teve relatos semelhantes aqui: caboclo não aguenta nem pedalar 10km de bike comum e,
qndo pega reclinada, vai se empolgando - tlvz pelo conforto e também pelo rendimento - com as distâncias e começa a pedalar muito mais que isso, dezenas e dezenas
de km ou até centenas. nesse processo, evidentemente, dificuldades surgem. se o cara já era bem condicionado como ciclista antes de pegar as reclinadas, ao
reclinar-se ele evolui mais rápido e pode perceber resultados de forma mais empolgante, especialmente se ele conseguir montar sua reclinada de forma parecida com
o que for ideal pro seu estilo de pedal (ou seja, se for um speedeiro, montar uma recli leve e aero, com componentes de road, entre outras mil variáveis).

d) por que estou falando tudo isso? pq se vc pega uma reclinada e vai pra uma viagem ainda meio "virgem" nela, vc pode se ver numa situação, por exemplo, dos
companheiros irem mais rápidos numa subida ou, mesmo que vc esteja sozinho, vc fica lá todo insatisfeito por parecer que está pesado e lento, e pode "por a culpa"
na bike enquanto a verdade verdadeira é "vc estaria fazendo mais bonito numa bike convencional?". eu acho que, muitas vezes, não. não me esqueço de quando fui
pegar minha Fox, que o Solyom fez pra mim. eu já pedalava reclinada há mais de ano, o Davilson pedalava há anos, e junto conosco foi o Wezel, um grande ciclista lá de
Araçoiaba/Sorocaba. ele NUNCA havia pedalado reclinada, mas é um ciclista extremamente bem preparado, chegou a treinar por muito tempo para ir ao RAAM,
trabalhava de bike courier em Sorocaba (média de 70km de pedal por dia, nessa época). Pois bem. Ele deu um couro na gente, nesse dia, um pedalzinho de 40km,
e suspeito até que ele estava economizando, pra não ficar tão humilhante pra gente rsrsrsr. Ultrapassando a gente na subida e tudo. provavelmente sem os tais dos
bent muscles tão especializados, mas talvez com eles mais fortes que os nossos e, com certeza, todo um sistema cardio-respiratório muito mais capaz. Ele acabou não
se convertendo ao reclinismo mas tenho certeza que ele rapidamente se adaptaria. concluindo esses itens c e d, acho que a fase de adaptação existe, mas ela é mais
rápida do que se pensa e está muito relacionada à condição prévia de condicionamento.

e) o tipo de reclinada como a Zöhrer Turismo ou Zöhrer EXD tem, acredito, a adaptação ainda mais rápida e, como o Pedro já te adiantou, pra levar bagagens
é ainda melhor que uma convencional, por concentrá-las num ponto bem mais adequado do que numa upright. aliás, ela é quase um estereótipo de recli pra cicloviagem,
especialmente no brasil. é quase certeza que uma viagem com ela dará certo, mesmo que a natureza dos caminhos seja mais hostil. nos fóruns gringos, tlvz vc veja mais
comumente reclinadas mais curtas e com suspensão; porém, a extensão da turismo/exd não "pede" suspensão, pra maioria das coisas (o entre-eixos maior absorve bastante).
mesmo que vc pegue um trecho que pareça ruim e que a bike está "socando", basta ir mais na manha, ou apenas deixar a bike socar! lembre que ela foi projetada pra não quebrar!
digo isso pq a sensação de um reclinada "socando" é bem pior do que numa convencional, e de início, se estranha. é qndo a gente pode achá-la 'desconfortável'. mas conheço
vários reclineiros que não estão nem aí pra isso e passam por obstáculos sem nem dar confiança pra eles.

f) pra esse modelo turismo/exd, sugiro a configuração 20/26, acho mais versátil, e com escolha de pneus pensada pros trajetos da sua viagem (com cravos e largos pra
estrada de terra, lisos e não tão largos pra asfalto), e, claro, todos os aparatos pra levar bagagens.

Mais alguma dúvida, não se acanhe em perguntar aqui. Abraço,


Nino

PS: a imagem da sua nirve ficou muito grande, prejudicando a leitura dos posts. por isso "quebrei" as linhas desse meu aqui, pra não ficar como está o seu primeiro post (precisando
correr a tela pra ler tudo). tente editá-la e fornecer um link pra uma foto menor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Rocha



Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/11/2013

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Qui Nov 28, 2013 11:54 pm

Olá, Nino.

Muito obrigado, mesmo, pela atenção dispensada ao responder cada uma de minhas dúvidas. O pessoal desse fórum é incrivelmente solícito e isso tem me empolgado cada vez mais com o mundo das reclinadas e consequentemente dos reclineiros.

A minha viagem sairá de Vitória - ES em direção a Bahia, até onde conseguirmos com o tempo que temos. A idéia é pedalar uns 800km durante todo o percurso (somente ida, voltaremos de ônibus). Sempre que possível, optaremos por caminhos alternativos e estradas de terra, pra fugir do movimento e do perigo das BR's. Por tudo isso, considero fora de cogitação a possibilidade de ir com a Dahon. Apesar de ser uma bike muito arisca, acho muito desconfortável para longas distancias, principalmente pelo tamanho do guidon e pelo aro 20 que não assimila muito bem os impactos.
Por conta do seu alerta em relação a falta de familiaridade com as reclinadas, tô cogitando a idéia de ir com a Nirve. Você falou sobre o bagageiro dela, mas não sei se suporta o peso que colocaria pra uma viagem de quase um mês. É um bagageiro de alumínio leve, talvez seja melhor trocar por um mais robusto. Penso, também, em colocar pneus mais cravudos para as estradas de terra. Em relação as marchas, são apenas três mas confesso que não vejo tanto problema. A relação conforto X desempenho dessa bike é espetacular. Não consigo imaginar uma Upright tão gostosa e confortável de se pedalar. O que eu economizo de "gás" em terrenos planos, posso reverter pra subidas um pouco mais íngremes, onde as 3 marchas talvez não darão conta.

Em relação às reclinadas, tô pensando seriamente em comprar uma Zohrer turismo. Dentre as que eu vi, que estão disponíveis no mercado nacional, foi a que mais me agradou pelo custo x benefício. E pelo que pesquisei, a zohrer me parece uma marca bastante confiável e as bikes me parecem bem construídas. Além disso, a mecânica não me parece tão diferente de uma Upright. Nesse sentido, acho que me sentiria seguro para pegar a estrada com ela, mesmo não a conhecendo tão bem. Vou tentar comprá-la o quanto antes para conseguir fazer uns teses, talvez alguns pedais de 50, 70km e pra ir vendo se me acostumo.

É importante salientar que apesar de ser um pedal longo (de 600km a 800km), teremos muito tempo para fazê-lo e queremos fazer sem nenhuma pressa. Meu objetivo é curtir cada pedalada, cada mudança de clima, cada buraco da estrada hahaha.  Nesse sentido, não temos a necessidade de fazer 120km, 150km por dia... Se acharmos que estamos bem, descansados, ótimo, vamos lá. Se acharmos melhor, paramos, descansamos, dormimos (levaremos barraca). E assim vamos...
Por conta disso, acho que mesmo com uma bike com a qual não tenho muita intimidade, eu me sairia bem. Eu e a bike.

Resumindo, eu tô mesmo é afim de ir com a reclinada, e ao mesmo tempo que é indicado conhecer bem a bike com a qual se viaja, creio que ir conhecendo enquanto se viaja deve ser uma experiência muito boa!!!
Ainda vou decidir com qual bike ir e depois eu conto pra vocês!!!



No mais, um grande abraço novamente obrigado pela atenção.


Última edição por Pedro Rocha em Sex Nov 29, 2013 12:00 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Rocha



Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/11/2013

MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Qui Nov 28, 2013 11:57 pm

Só um adendo:

Vendo algumas fotos de reclinadas montadas pra viagem, cheia de alforges, a sensação que eu tenho é que foram feitas pra isso hahahaha!!! Por isso me empolguei tanto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.   Hoje à(s) 6:00 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fascinado e cheio de dúvidas sobre o mundo das reclinadas.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dúvidas sobre Impressões especializadas
» Dúvidas sobre preços de ponto cruz e portes de envio
» Dúvidas sobre V3 ou V2 Ex. Qual vocês escolheram ou qual escolheriam?
» Dúvida sobre vitrines
» Wash sobre Brilho Fácil

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ciclismo reclinado geral-
Ir para: