InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Ter Maio 05, 2015 12:07 am

Mordaz tinha me perguntado se não ia faltar marcha.

Hoje resolvi me pôr à prova em uma das subidas "nojentas".

Bom, tenho que reconhecer que sim, está faltando marcha. Coroa menor 30 dentes
é grande demais pra mim. Bora ver se a 24 velha vai funcionar com essa relação,
e possivelmente encomendar outra.

Enquanto isso...

Eu tinha esquecido de botar um espaçador que veio com as rodas. Achei que só era necessário de 9v pra baixo,
mas na verdade só é desnecessário com 11v. Estou usando 10. Botei o espaçador, e voi-lá!,
consegui fazer a corrente subir no pinhão maior sem dificuldade. Isso foi à tarde.

À noite, depois do ensaio, resolvi fazer o mesmo trajeto pra ver quanta diferença faria um pinhão a mais naquela subida difícil.

De manhã tinha sido muito muito desagradável. Tipo quase vomitar. Mas deu pra subir.

De noite foi igual. Horrível. Pelo menos subjetivamente. A cadência absurdamente baixa,
mais a falta de intimidade com a bicicleta, ficou difícil manter uma linha reta, oscilei um monte.

Qual não foi minha surpresa ao descobrir que o desempenho melhorou muito,
apesar do cansaço, graças a essa 1 marcha a mais, que me deixou um pouco menos longe
da relação/cadência correta para aquela situação.

No segmento de 0,9 km fiz quase 1 minuto inteiro a menos!

O site do Strava está fora do ar agora, mas se alguém quiser olhar no meu perfil,
o segmento se chama "Clemente Pinto climb" e tem mais de 10% de inclinação média.

Estou muito curioso pra ver como isso vai se desenvolver, com mais marchas curtas (coroinha menor),
e progressiva aclimatação à bicicleta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Ter Maio 05, 2015 10:16 am

Muito legal. Pena que só vc pode consultar seus tempos anteriores, pra ter uma ideia da mudança. Imagino que SPxEncore, em súbidas, seja chocante, não? Ou a diferença é menor do que se imagina? Seu shock tem trava remota? Em tempo, entendi que a mudança a q vc se refere foi SÓ do pinhão, na mesma bike... mas puxei o assunto rsrsrs.

Vê-se que não é um trecho fácil e creio q eu teria dificuldade em fazer mesmo com sua marcha 'nova'. Entendi então que por agora vc ficou com a mais leve sendo 30x30, é isso? Bem, na minha speed a mais leve é 34x32 e com isso subo tudo que preciso diariamente (exceto a rua de casa que tem um trecho a 26 graus - GRAUS!!! - equivale a 48% de inclinação), mas o equivalente em "limite", pra reclinada, é qualquer coisa perto do velho 22x34. Na Meta é 22x36 (9v) e juro que tenho vontade de instalar a coroinha 20 e ver se não ia dar problema a velocidade ainda mais baixa de deslocamento. Com 22x36 não há problema nenhum e é o que me garante subir sem desmontar, subir cansado, subir sem queimar a musculatura ao limite. EXCETO quando se soma cansaço, subidas, peso a mais e PRESSA imensa pra sair da rua - coisa que às vezes me acontece com trânsito+excesso de curiosos, aí vem essa sensação desagradável do quase vômito que vc comentou*.

*off: tive isso no último sábado, voltando dum pedal na estrada. Apesar de ser sábado, tinha pra mim que era domingo e cheguei "desarmado" no centro da cidade. Me assustei com o povão (sábado de manhã, é a hora que tem mais gente "de fora" de Itabira, em Itabira, ou seja, potencialmente é a maior porcentagem de pessoas que nunca me viram, na rua, fica um 'festival' de gente mexendo comigo que me desgasta...) e quis sair do miolo daquilo ali de qualquer jeito. Tem uns N caminhos pra chegar em casa e o mais curto é tb o mais inclinado e o que mais passa pelo "centro". péssima escolha. fui forçando e forçando, ansioso, até que cheguei em casa bem exausto, totalmente desproporcional às dezenas de km que tinha percorrido antes. foi o suficiente pra me "quebrar" até pro dia seguinte. (mas isso tb é falta de "subir" de reclinada. claro que todos meus pedais tem muitas subidas, mas de speed escalo diariamente, já de recli às vezes não chega a ser um pedal por semana. não tem sido suficiente pra manter um bom desempenho. o problema é que usar reclinada no dia-a-dia, pra mim, é xarope demais. não tenho cabeça pra isso. me admira como vcs conseguem).

*off2: outro sintoma da minha falta de vontade de pedalar e estar 'exibindo' uma reclinada pelo centro é quando volto de viagem. atualmente minha casa fica a 700 metros da rodoviária, uma subidinha constante de uns 5%. mas tenho preguiça de descer ali, ajeitar a bike na rodô em meio a galera, e seguir pedalando por essa subida, pelo centro (q é também estreita e tem que ter bom jogo de cintura com o trânsito). acaba que prefiro desembarcar na entrada da cidade e ajeitar a bike numa parada bem mais reservada e pedalar uns 4km e meio por uma estrada externa - q tb tem suas armadilhas pois não tem acostamento e tem um certo trânsito de caminhões da Vale/empreiteiras. Ainda assim é psicologicamente mais tranquilo, ainda mais que em geral estou cansadão de horas e horas de viagem, mais centenas de km de audax...

*off3: desculpem pelo imenso off, mas realmente ainda é um assunto que eu queria conseguir tratar com mais naturalidade. acho que me incomoda MENOS o que acontece, e MAIS "o que as pessoas estão pensando de mim"**, o que é de uma infantilidade e falta de segurança própria enorme... mas enfim, soy jo... só queria que de reclinada, às vezes, fosse tão invisível qnto de bike 'normal'.

** editado: acho que nem é isso. me incomoda o objeto ter mais atenção do que a pessoa, ou pior, a pessoa não existir mas existir apenas o objeto. falo isso pq de bike normal posso até ser invisível, mas vestindo tornozeleira refletiva, ou com um alforje no bagageiro, ou com espelho no capacete, o objeto estranho recebe todos os olhares. como se tivessem mais valor que minha presença e me relembrando de que, se eu estivesse sem, passaria batido pelas vidas alheias. e, por vezes, qndo surge um comentário de transeuntes entre si, parecem IGNORAR que estou ali. aliás, é um particularidade que senti daqui (onde moro há 5 anos). as pessoas falam e apontam livremente pras outras, na frente delas mesmas, sem o menor pudor ou sem abordar a própria pessoa. mas isso são outros quinhentos. a reclinada num meio assim só piora a história toda, caso vc tb não esteja disposto a ignorar ou não encontre uma maneira interessante de agir sempre.

Abraços!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Ter Maio 05, 2015 1:03 pm

Eu tenho obsessão por marchas ultra-leves. Prefiro tê-las e não usá-las a precisar delas e não tê-las. Se eu tivesse uma recli com pedais baixos e banco bem vertical, talvez até encarasse um "leg-press", mas nas minhas reclis, não.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Ter Maio 05, 2015 9:22 pm

Mordaz escreveu:
marchas ultra-leves.  Prefiro tê-las e não usá-las a precisar delas e não tê-las.

Concordo totalmente!

É bom ter uma reserva de marcha curta, quando possível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Ter Maio 05, 2015 10:33 pm

ninocoutinho escreveu:
Muito legal. Pena que só vc pode consultar seus tempos anteriores, pra ter uma ideia da mudança. Imagino que SPxEncore, em súbidas, seja chocante, não? Ou a diferença é menor do que se imagina? Seu shock tem trava remota? Em tempo, entendi que a mudança a q vc se refere foi SÓ do pinhão, na mesma bike... mas puxei o assunto rsrsrs.


Na verdade tem 2 segmentos registrados no mesmo local.

Um deles diz "climb only", tem 600 m e supostamente apenas aclive;
a diferença no mesmo dia foi de 25 s, e a diferença para o melhor tempo
com a SP é 48 s

1 4 de mai de 2015 4:24 8,5km/h
2 4 de mai de 2015 4:49 7,8km/h
3 23 de set de 2014 5:12 7,2km/h

O segmento ao qual me referi tem 900m e neste de fato a diferença foi de 57 s no mesmo dia;
a melhor marca com a SP é um pouco melhor que a menos boa desse dia.

O Strava tem muitas maneiras de salvar o ego dos usuários; p.ex. descobri que,
na classificação deste ano, estou em 4º (e não 16º...) e à frente do KOM que é um conhecido meu...

Agora falando sério, ou não (podem me gozar, eu mereço...):

a Encore, apesar do seu guidão superman, e do mágico carbono,
não vai me transformar em um Super Homem Escalador.
Esse tanto já deu pra perceber. Vou melhorar, porque de fato ela é mais rígida,
bem mais leve, e mais responsiva, provavelmente mais eficiente; vou melhorar mais ainda
porque estou gostando muito dela e isso me dará motivação para pedalar mais e mais duro;
mas não vai acontecer uma transformação completa do meu desempenho em subida.

Tudo indica que a diferença abissal de desempenho entre segmentos predominantemente planos
e segmentos com subidas, especialmente um pouco íngremes (nem precisa ser muito),
vai continuar se manifestando scratch .

E mais uma vez ficou provado: nenhuma bicicleta, por melhor que seja, sobe sozinha
(a não ser a Cruzbike, claro Twisted Evil )

Uma fantasia a menos na minha mente...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
artur elias



Mensagens : 541
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Ter Maio 05, 2015 10:51 pm

Citação :
de speed escalo diariamente, já de recli às vezes não chega a ser um pedal por semana. não tem sido suficiente pra manter um bom desempenho. o problema é que usar reclinada no dia-a-dia, pra mim, é xarope demais. não tenho cabeça pra isso. me admira como vcs conseguem

Bom, primeiro quanto à adaptação:

na minha experiência (até comentei isso hoje com a minha mulher, sempre interessadíssima em pormenores técnicos velofílicos... ;-) ), pedalar reclinado ajuda no desempenho em pedalar "montado", mas a recíproca não é verdadeira. Quando acontece de eu ficar vários dias só andando com a Bici-Caixa e a Bicicletinha, sinto a perda de potência na reclinada. Quando treino forte na reclinada, subo nas convencionais e sinto o ganho adquirido.

Segundo, sobre a questão antropológico-cultural ;-)...

É bem como você mesmo disse: as pessoas se acostumam de tanto ver aquele doido passar.
Com o tempo o doido passa a fazer parte da paisagem. Com o tempo, o doido tbém passa
a não dar muita bola, quando passa em paisagens das quais ainda não faz parte,
ou aparece muita gente que não faz parte da paisagem dele e que acha que é ele que não faz parte
(no que elas estão evidentemente equivocadas! Cool )

Na verdade, andar mais de reclinada resolve os 2 problemas!

Treina as pernas a fazer força coordenadamente na horizontal,
e treina as pessoas a se acostumar com o doido.

Me parece bem simples.

Mas talvez você não sinta falta de pedalar reclinado,
porque pedala montado muito bem e sem maiores queixas;
se essa hipótese estiver correta, a sua motivação para insistir
talvez não seja tão grande para superar a aversão a esses probleminhas.

Meu caso é o oposto.

Houve um tempo quando eu ficaria literalmente deprimido
se não tivesse uma reclinada em condições de uso,
porque eu simplesmente não conseguia nem cogitar pedalar montado!

Hoje deixei esse fanatismo de lado, mas a minha preferência continua muito clara,
e apesar de eu ter 3 bicicletas de montar (cargueira, dobrável, bici-de-chuva),
eu não creio que teria todo esse tesão de ir ao trabalho e a toda parte de bicicleta
se não pudesse contar com o conforto e a eficiência que facilitam tanto esse ir e vir.

Outro dia fui pro ensaio de bicicletinha e levei tipo quase dez MINUTOS
a mais (em 10 ou 11 km) do que o normal.

E olha que ela é o modelo top da Dahon, não é uma bicicleta particularmente "lenta".

Sem falar no pescocinho e na bundinha doloridos depois.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Qua Maio 06, 2015 10:46 am

artur elias escreveu:
Na verdade, andar mais de reclinada resolve os 2 problemas!



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 1 pinhão a mais, 1 minuto a menos   Hoje à(s) 7:34 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1 pinhão a mais, 1 minuto a menos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Não tenho 100 anos mais vi o 14 bis voar !
» MAIS CARROS CLASSICOS BRASILEIROS
» Podcast Revolution #31 - Filme - Os Guerreiros do Armagedon Parte 1
» Quais Cloths são os mais raros e caros?
» Os 100 sobrenomes japoneses mais populares

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ciclismo reclinado geral-
Ir para: