InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Dificuldades no ciclismo de longa distância

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Luciano



Mensagens : 199
Data de inscrição : 26/08/2011
Idade : 40

MensagemAssunto: Legal!   Qui Mar 15, 2012 10:37 am

Mordaz, e amigos do recliforum, hoje eu paguei o meu kit ao Davilson, então, a coisa está andando... rs Mordaz, legal tua bike, não lembro onde direito, mas ví um video teu pedalando ela, essa tua inclinação no banco é muito legal mesmo, sinistra até diriamos assim... rs Confere um visu agressivo!
As cores são lindas. Provavelmente meu chassi será grafite, avanço grafite, garfo e guidão amarelos. Espero não estar fazendo nada muito psicodélico.... rs Mas ao meu entender, ao menos a minha intenção está boa... rs

Valeu!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz



Mensagens : 2200
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Qui Mar 15, 2012 11:21 pm

Lele escreveu:
Mordaz, e amigos do recliforum, hoje eu paguei o meu kit ao Davilson, então, a coisa está andando...
Mandou bem!

Lele escreveu:
rs Mordaz, legal tua bike, não lembro onde direito, mas ví um video teu pedalando ela, essa tua inclinação no banco é muito legal mesmo, sinistra até diriamos assim... rs Confere um visu agressivo!
Só pode ser este o vídeo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Luciano



Mensagens : 199
Data de inscrição : 26/08/2011
Idade : 40

MensagemAssunto: isso aí!   Dom Mar 18, 2012 9:33 pm

BEM LEGAL O VIDEO MORDAZ, FOI ESTE MESMO! Logo que der, estaraei tbm reclinando, valeu!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Seg Abr 16, 2012 8:35 am

Então, no próximo fim de semana farei meu primeiro audax 300, e pra ele estou preocupado com a seguinte questão: SONO. Sleep

Trata-se dum audax praticamente noturno: largada às 16h no sábado, e se entendi bem, a ser terminado até às 12h do domingo. Ou seja, pedalar noite adentro, até amanhecer e seguir até terminar a rota debaixo dum sol já quente, provavelmente.

A rotina vai ser complicada, pois saio de ônibus na sexta às 19h da minha cidade, chego ao rio antes das 06 da manhã do sábado, pego o primeiro busão pra rio das ostras e de certo chega lá antes do almoço. Aí é rumar pra pousada, esticar as pernocas no colchão, esperar a hora da reunião técnica, pegar os kits, voltar pra pousada pra esticar de novo as pernas, e estar pronto pra largada às 16h.

O ideal seria estar com sono "sobrando", pra ter um pique bom pra pedalar por quase 20h seguidas. Não sei se será o caso, mas independente disso, eu nunca tive experiência de sentir sono no meio do pedal. Já senti todas as formas de cansaço, mas sono, não. Até ONTEM!

Por ser praticamente o último treino antes do audax, resolvi sair pra pedalar pelo menos uns 120km, numa rota que incluiria um almoço por volta do km 90... Well, lá pelo km 50, o sono bateu feio!

Era uma estrada bem vazia e sem sombra. Pedalei de olhos fechados várias vezes. Fiz isso quase q inconscientemente, pois tentei algumas vezes parar pra respirar, entender o q estava acontecendo, e não adiantava, o sono não passava. Então segui tentando pedalar.

Aí tinha um bar alguns km à frente, onde já tinha parado uma vez, q tinha sido bom, lugar tranquilo, sem muita gente enchendo o saco. Minha ideia seria parar lá e tomar uma coca, enquanto eu via se o corpo acordava. Nossa, nunca custou tanto pra chegar lá! Pra piorar, qndo chegou, tava uma zona o bar bounce ! Tinha passado por um outro bar fechado, e tinha até receio de estar tb fechado aquele no qual queria parar, e acho q pelo contrário: todo mundo q não estava no fechado, estava no q estava aberto drunken . Nem cogitei a hipótese de parar ali, segui em diante.

Eu achei q seria pior parar na beira da estrada pra cochilar, pois o sol já estava rachando...

Aí resolvi empurrar a bike. No plano, mesmo! Deu certo, enquanto empurrava não sentia o sono tão feio. Mas bastava voltar pra bike, pra bocejar até engolir o céu Sleep !

Ainda estava pensando em tentar me forçar, e me levar até o almoço no km 90... Mas não deu, antecipei o almoço pra km 60 e poucos.

Comi macarrão, arroz, feijão, couve, um pouquinho de batata frita, tudo em pequenas quantidades. Garrafinha de coca. Tinha um ponto de ônibus em frente e cogitei esperar um, e embarcar a bike. Mas o ponto tb estava cheio de malucos No , pior q no bar, eu não ia ficar ali, segui. Segui um pouco mais acordado. E agora vinha a pior subida do caminho.

Numa parte fui pedalando; na maior parte, empurrando. Não tinha o cansaço de pedalar, e sim aquela sonolência. Mas q já tinha melhorado MUITO, em relação ao almoço.

No fim dessa subida tenho uma parada clássica, aí parei mesmo. Tomei outra coca, molhei o corpo, gastei um bom tempo ali, tlvz uns 40 minutos, cochilei algumas vezes debruçado sobre a mesa. Aí deu pra voltar pra casa, sem sono nenhum, mas tb sem vontade de pedalar muito mais. Tanto q geralmente chego em Itabira e ainda dou altas voltas, até achar q está bom pra chegar ao lar. Desta vez, fui direto.

No total foram 86 km. Ah, fotos aqui.

Achei q ia chegar em casa e desabar, mas fiquei acordado por todo o domingo, só fui deitar mesmo lá pras meia noite.

As explicações q tenho pro ocorrido não são inerentes ao pedal nem à rotina de alimentação e hidratação durante o pedal, mas sim tudo q veio antes.

a) Primeiro q a semana foi meio de cão, com sono ruim (já comentado neste tópico). Muito trabalho e pouco descanso.

b) A véspera do pedal tb não ajudou, pois no sábado tive q acordar às 05:30 pra pegar o busão pra BH, levei a speed no bagageiro. Por lá pedalei uns 20km (pouco), dividido em alguns compromissos, tomei umas duas cervejas e voltei num busão noturno. chegando aqui fui direto ao supermercado, ainda de bike, pra comprar umas coisinhas pro pedal de ontem. Chegando em casa continuei meio acelerado e fui dormir lá pras 1:30 da manhã. Pra acordar às 06 e pouco e arrumar as coisas pra pedalar.

Eu NUNCA acho boas umas rotinas dessas, mas quase sempre faço assim, e SEMPRE acho q fico prejudicado por causa disso, mas nunca tinha sentido o tal do sono no meio do pedal. E percebi q ele é incontrolável, e pedalar com ele, quase impossível.

Nos relatos desses audaxes mais longos ou mesmo PBP, sempre tem gente falando de dormir na beira da estrada, dormir nos PCs... não deve ser o caso do audax 300, imagino, mas se precisar, tinha q ser algo estudado e mais certo, tipo "vou cochilar aqui 5 minutos, acordar bem e sair zarpando". Só q acredito q seja difícil prever.

Também nunca tomei esses red bull da vida, e honestamente não sei se é aconselhável pra nossa prática scratch .

De toda forma, vou fazer o possível pra passar uma semana mais tranquila e estar com baterias completas no fim de semana.

Ah, outra coisa: talvez até por causa do trabalho (ou da copa/cozinha do trabalho) eu bebo café todo dia, muito até. Mas só até umas 15h no máximo, pois se tomo um pouco depois disso, meu sono vai pro beleléu. Mas aí, no fim de semana, sem trabalho, nem faço café em casa. Parece q o corpo cria um vício com a cafeína e, qndo vc não toma, fica malzzz. Tanto q acho q a coca me ajudou (aliás quase sempre tomo, no meio dos pedais). Vou me esforçar pra não relar a boca em café, durante esses dias. E tlvz até tomar antes da prova, ou no meio dela, sei lá.

Putz, q post imenso... Sleep
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique



Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: nino   Seg Abr 16, 2012 11:14 am

mas que baita jornalzão!!!!!!!!




já descrevi e nem sei em que tópico como faço e sempre foi satisfatório e nada de percalços!!!!


único problema que levanto em relação á sua rotina é que se é um consumidor de cafeína deve manter até por questão fisiológica que não vem ao caso explicar agora, se o atleta toma café deve continuar não é aconselhado cortar.

rotina muito irregular, o organismo reage de acordo mesmo que vc não queira!!!!


já fiz muitas pedaladas noturnas e prolongadas, o que sempre levo independente da distância é uma ou duas garrafinha de solução em água de côco com mel e guaraná em pó, te estimula devido á cafeína, te dá energia e resistência e não tem como dormir!!!

levo uns pacotinhos de banana seca (banana passa) que vou mastigando durante o pedal, é super energético, estimula a contratilidade muscular devido a grande concentração de potássio e muito importante, evita câimbras!!!

de lanche apenas maçãs, sandubas de pão de forma e atum, caixinhas de água de côco, algumas barras de chocolate e claro água pura!!!!

e nunca faria um almoço pesado como vc fez durante uma pedalada e nem no final!!!

alimentação sempre leve!

com a solução de guaraná em pó nem se preocupe com sono!!!

sucesso nesse audax!!!!




o único empecilho que pode acontecer é sentir aquela vontade imperiosa de soltar um barro durante a pedalada, isso não se controla, não se esqueça do papel!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Seg Abr 16, 2012 1:09 pm

heheh muitas dessas coisas vc já tinha falado, mesmo.

humm, acabei de seguir sua indicação e continuei no café. Isso pq estava num sono brabo agora!! calor+sono não tá combinando com trabalho. já melhorei.

não tinha lembrado do lance do guaraná, vou procurar aqui e levar.

o q tenho feito de mistura me foi sugerido pelo Marcus: água de coco + suco de uva branco. Well, da primeira vez usei o tinto; da segunda, rosé; ontem, fui no branco. Será q por isso dormi hdfulafah???? clown

na noite anterior encho duas bandeja de gelinhos: uma com água de coco, outra com o suco de uva. De manhã cedo, antes do pedal, encho a garrafinha térmica com os gelos em proporções iguais, dpois preencho com os líquidos gelados. mas não me dá vontade de tomá-lo ao longo de todo o início de pedal, prefiro ir tomando só água, e qndo está na metade dessa garrafa de água, ou um pouco mais pra frente, começo a tomar a mistura. é muito bom, tende a ter efeito silimar a malto+gatorade. vc acha q o correto seria "evitar" a água pura, e só tomar esse envenenada?


existe a medida certa de guaraná em pó pra algo entre 500 e 750 ml?

sempre levo bananinhas, tb (tem um q é banana passa, sem açucar, outro é tipo um docinho de banana, com mais açúcar, dependendo do momento do pedal, o com açúcar chega a ser mais eficiente, dá um gás momentâneo), e paçoquinhas. Mas é o de banana q consigo comer enquanto pedala, pq dá pra abrir o pacotinho no dente, sem perder o conteúdo. a paçoquinha, se vc abrir com o dente, esfarela toda! tento comer uma a cada 30, 40 ou 60 minutos, depende da vontade e do q eu ingeri numa parada, por exemplo. às vezes (ou bem frequentemente) passo bem mais tempo sem ingerir nada.

estou pensando nos lanches, pq no audax "diurno", sempre tem um lugar aberto pra ao menos tomar uma coca e tal, já no noturno, deve estar tudo fechado, e não sei como os PCs estarão servidos (no último costumava ter no mínimo banana, amendoim e água). na hora em q sinto necessidade mais de sal, em geral um pacotinho daqueles de club social me faz bem (e é fácil de levar), mas queria ter uma ideia melhor.

prof carlos henrique escreveu:
o único empecilho que pode acontecer é sentir aquela vontade imperiosa de soltar um barro durante a pedalada, isso não se controla, não se esqueça do papel!!!
a minha dica é outra:



Maravilha cheers ! Mas tem q ser bom tipo esse aí. De Baby Wipes pra baixo, em geral, não presta - são muito secos e rasgam à tôa. Esse aqui usei na minha cicloviagem toda:



Mas não encontrei mais. Os dois são igualmente bons. A vantagem, além do tratamento carinhoso e higiênico às nossas partes, é q ocupa muito menos espaço que um rolo de papel. Se vc levar só parte do papel higiênico, pode faltar papel pra se limpar. Com esse aí, um quinto do pacote dá e sobra. Ele ainda é bom pra dar uma passada na tampa do vaso, antes de se sentar - pode até dar um upgrade, botando um pouquinho mais de sabão. Eu levo sabonete líquido, compro um pote grandão e, em casa, coloco num potinho bem pequeno pra levar em menor quantidade. Pode ser uma dessas embalagens em spray, q aí vc coloque o sabonete com um pouco de água e, qndo borrifa, já sai meio espumado.

Tb dá pra tomar um belo banho de gato na rodoviária, ou no ônibus de volta - foi o q fiz, de Angra pra BH. Limpei pés, pescoço e suvaco várias vezes. Havendo lugares mais discretos, dá pra limpar lugares mais indiscretos. cyclops

Se fosse rico farao , na minha casa não tinha papel higiênico, mas esse negócio aí!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique



Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: nino   Seg Abr 16, 2012 2:28 pm

não se deve evitar a água pura não, tem hora que o organismo "pede" a água pura simplesmente pq vai reequilibrar os sais do corpo.


coloco meia colher de sobremesa ou uma colherzinha de café bem cheia para cada garrafinha de 500-700 ml de guaraná em pó! tomar em goles pequenos e a intervalos espaçados de hora em hora! ou a cada 40 minutos tá bom!!!!
não exagerar pq deixa ligadão para quem nunca tomou, consumo guaraná em pó desde antes de existir comercialmente no varejo!!!!

só levo banana passa nada de doces a não ser as barras de cereais e chocolate!

gatorade tenta imitar a água de côco que é a bebida isotônica perfeita, mais o mel fica em bom equilíbrio energético.

não posso nem sentir cheiro de gatorade!!!!! já vomitei algumas vezes por causa dele principalmente o de sabor uva, o treco é ruim demais só me dava ânsias!!!!


amendoim/paçoca não é uma boa, exige muito da digestão, tem que ser alimentos leves e de rápida digestão!

levar papel foi modo de dizer, mas é lenços umedecidos que se usa!!!!! e é uma mão na "roda"!!!!!

e em casa o certo é usar a ducha higiênica, isso mesmo lavar a bunda!!!!!! ai sim vai estar limpo!!!!! e não precisa ser rico para isso!!!!

o importante numa pedalada longa é vc administrar um ritmo constante sem se escafeder!!!!!! e ir se alimentando e se hidratando!!!!! o resto é tudo dependente da vontade!

o q tenho feito de mistura me foi sugerido pelo Marcus: água de coco + suco de uva branco. Well, da primeira vez usei o tinto; da segunda, rosé; ontem, fui no branco. Será q por isso dormi hdfulafah????
com certeza que não!!!! já opinei que foi devido á sua rotina diária muito irregular!!!!


agora comece a meditar!!!! aaaaauuuuuuuuuooooommmmmmmmmm!!!!!!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Seg Abr 16, 2012 3:38 pm

prof carlos henrique escreveu:
só levo banana passa nada de doces a não ser as barras de cereais e chocolate!
putz, barra de cereais eu não gosto de verdade, todas as vezes q insisti em utilizar, não ficquei me sentindo bem dpois, e olha q sou super bem acostumado a esse tipo de combinação de grãos, sementes e fibras, pois no mínimo duas de minhas refeições diárias são a base de granola. Já chocolate nunca usei no pedal.

prof carlos henrique escreveu:
e em casa o certo é usar a ducha higiênica, isso mesmo lavar a bunda!!!!!! ai sim vai estar limpo!!!!! e não precisa ser rico para isso!!!!
ah, mas sempre usei duchinha!! sempre teve onde morei. é q onde moro hoje, aliás já há dois anos, não tem onde instalar essa bagaça, sem o mínimo de "obra" a se fazer. no meu serviço tem uma, graças a deus! então não fico tão ralado! tongue

prof carlos henrique escreveu:
o q tenho feito de mistura me foi sugerido pelo Marcus: água de coco + suco de uva branco. Well, da primeira vez usei o tinto; da segunda, rosé; ontem, fui no branco. Será q por isso dormi hdfulafah????
com certeza que não!!!! já opinei que foi devido á sua rotina diária muito irregular!!!!
ah, claro, claro, foi só uma brincadeira por eu ter finalmente seguido à risca a receita do Marcus, e aí dormi! elephant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique



Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: nino   Seg Abr 16, 2012 4:26 pm

não tem duchinha??!! ooooooooo pecado!!!!!

mas que obra o que cara!!

é só adaptar um T por baixo da torneira da pia e derivar para a duchinha, não tem nada de complicado!!!



aaaahhhh!! tu frequenta o banheiro das fêmeas pra poder usar a duchinha, um dia vão te descobrir, toma cuidado!!!!! affraid


quero ver vc completar o audax, 300 km é café pequeno!!!!! What a Face



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xamã



Mensagens : 176
Data de inscrição : 04/03/2011
Idade : 52
Localização : Pantanal MS

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Ter Abr 17, 2012 1:08 am

Nino,

estava lendo e lembrei que já li por duas vezes e um amigo cicloturista aqui de Campo Grande também usa:
preparar batata cozida e levar no pedal! preparo simples e é só embalar em papel alumínio e pronto! não tive ainda oportunidade, mas certamente usarei numa proxima viagem.

sobre o outro assunto - higiene - uma coisa que deve ter em MG, na fronteira com GO e MS, é a nossa famosa árvore do cerrado, a Lixeira (Curatella americana), normalmente de baixo porte e folhas muito duras e ásperas, daí o nome. Very Happy - limpa que é uma beleza kkkkkk



estamos na torcida! boa sorte! cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Ter Abr 17, 2012 6:07 am

xamã escreveu:
estava lendo e lembrei que já li por duas vezes e um amigo cicloturista aqui de Campo Grande também usa:
preparar batata cozida e levar no pedal! preparo simples e é só embalar em papel alumínio e pronto! não tive ainda oportunidade, mas certamente usarei numa proxima viagem.
Isso aí deve ser muito bom mesmo, e me dá uma impressão ótima. No audaxo 200 último, em Rio das Ostras, um cara lá que foi o mais bruto e o primeiro a terminar (terminou os 200km numas 6h) disse ter levado as batatas, e as comido. O q é estranho, pq pelo tempo q ele fez, a impressão foi de q ele não parou nem pra comer, nem pra usar a Curatella americana!

Relato dele aqui.

Uma experiência semelhante q tive foi na cicloviagem, na úúúúltima subida entre Ubatuba e Paraty, bem na divisa entre SP-RJ. Ali achei um restaurante ótimo, cujo nome até hje não lembro, onde optei por comer um puré de mandioca! cyclops Apenas!! Nossa, até hoje na vida não houve sensação melhor do que ter engolido essa mandioca goela abaixo Twisted Evil ! Repetiria a dose sempre! Acho q deve ser mais ou menos a mesma sensação ou mesmo princípio de ingerir batatas cozidas.

O complicado é fazer isso fora de casa (não, não estou falando de engolir a mandioca, mas cozinhas as batatas clown ). Só se cozinhasse as batatas antes de viajar, e levá-las em conversa (ou comprá-las prontas assim, q nem sempre se acha), aí no lugar vc descola ou tb leva papel alumínio, e prepara os pacotinhos. Só não sei se o fato dela absorver um tanto de vinagre, ficaria bom, fisiologicamente falando, pq o sabor acho muito bom e intensificado.

Putz, ia ser bom demais conseguir levar umas batatinhas assim, mesmo... Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique



Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: nino   Ter Abr 17, 2012 10:08 am

nada de vinagre!!!! azeda tudo!!!!

para de inventar!!!!!!!


melhor que a batata é a mandioca cozida que é muito mais digestiva que a batata e tão calórica qto e mais com mais proteína!!!!

não precisa fazer purê da mandioca, pode levar em toletes em embalagens zip, coloco para congelar e depois vai normal e descongelando!!!

o que levo para consumir a mandioca é apenas sal com azeite de oliva, jogo dentro da embalagem, dou umas mexidas e mando pro bucho!!!!

batata doce tb é muito bom mas faz peidar loucamente!!!!!

agora passar lixa no rabo é dose de leão, deve ser coisa de mato-grossense mesmo!!! kkk

num pedal em meio de um canavial, um dos integrantes teve uma dor de barriga monstruosa, estava com duas camisetas, pegou a mais velha e se limpou e largou em cima do monte!!!!! kkk

fica a dica!!

abraços

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcus Del Mastro



Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 42
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Ter Abr 17, 2012 3:53 pm

Tô adorando esse tópico, novas receitas são sempre benvindas para pedais longos (acaba ficando chato comer e beber sempre a mesma coisa...rsss)

Tem um tópico que aprendi muito como calcular o quanto preciso de energia no pedal.com.br
http://www.pedal.com.br/forum/energeticos_topic41943_page3.html

Vai o meu relato de ciclista amador.

Por um bom tempo, não bebia praticamente nada e nem me alimentava, porque sentia que estava perdendo tempo e a minha ânsia (neurótica, é claro) era melhorar médias horárias.
Pois bem, meus pedais chegavam a 35km e o rendimento caía abruptamente e era uma luta inglória, que reduzia bastante o rendimento.

(Vantagem das Reclinadas pouco comentada: é muito mais fácil beber e comer, a barriga não está pressionada, o controle se mantém perfeitamente e pode-se comer e beber em descidas, quando a respiração está bem mais tranquila, sem perder quase nada em aero, o que é inviável nas speed)

Só fui melhorar quando comecei a comer e beber (muito longe do adequado ainda).
Para pedais longos é inevitável vc ingerir carboidratos pela bebida, com comidas e ainda sim vai ser deficitário. (não estou falando de audax, que é mais longo que o meu longo...rsss. Aí vc tem que estar em equilíbrio do começo ao fim, acho que não dá para manter o regime deficitário num audax de 300-1200km(?), não dá para manter regimes bizarros de gastos pois não há como ingerir tudo o que se precisa. Penso que num Audax 200km ainda dá para ser louco, mas com muito treino, eu não arriscaria.

Há duas coisas nesse aspecto:
1. falta de nutrição e hidratação adequada no percurso;
2. e isso acontecia pq para comer ou beber eu tinha de diminuir o ritmo e respirar mais calmamente, sinal que eu estava no meu limite aeróbico (ou acima deste)! (SE VC SE ENQUADRA NISSO, ATENÇÃO). Ou seja, não teria mesmo como manter o mesmo ritmo depois de 1 hora de pedal, é normal que mesmo hidratado e nutrido que caia mesmo o rendimento.

Assim, comer e beber me obrigou a reduzir um pouco o ritmo inicial, mas me proporcionou uma melhora incrível nas médias horárias (estava batendo quase 37km/h em novembro, antes meu limite era 34km/h), mesmo em percursos bem mais longos. Foi depois que comecei a comer durante o pedal que comecei a evoluir (já tinha de 35 anos)

Frequencia e quantidade: Sempre beber e comer sem estar sentindo sede ou fome. Até o seu corpo te avisar que está com sede ou fome vc terá percorrido mais alguns quilômetros piorando ainda mais a situação, além disso, você levará um certo tempo a bebida ou a comida fazer algum efeito, ou seja, mais alguns quilometros... aí a vaca foi para o brejo, vc já era, melhor parar e se recuperar sem gastar quase nada. O ideal se for comer e beber pedalando, é beber e comer pequenas quantidades, porém numa frequencia mais alta:

Bebo e como um pouco logo na saída, depois bebo mais ou menos a cada 15 min (ou menos), pequenos goles não pesam no estomago e como pela primeira vez mais ou menos com 40 min de pedal, depois a cada 1/2h, e se suspeitar que vai faltar, como ou bebo mais ainda, melhor perder um pouco de rendimento do que perder todo o rendimento (e estragar o pedal seu e dos seus amigos)

Segue aí o que postei no pedal.com.br (com algumas alterações)
http://www.pedal.com.br/forum/energeticos_topic41943_page3.html

MarcusM escreveu:
Fiz um pedal longo e porreta (Sto Antonio do Pinhal/Monteiro Lobato/Campos do Jordão/SAP), foram 110km com 2300m de subida acumulada (tendo duas serras com subida contínua, uma 13km e outra de 7km).

A alimentação deu super certo, cheguei num pique ótimo socando a bota e ainda peguei mais umas horas de carro na estrada se sentir sono ou cansaço:

antes do pedal: além do café da manhã, comemos polpa do coco verde que tem elementos que ajudam na utilização da gordura do corpo, isso é fundamental para atividades longas.

durante o pedal:
a) bebida: água de coco + suco de uva branco
- agua de coco: excelente isotonico, auxilia a digestão, muuuuuuita vitamina C (antioxidante), muuuuuuito Potássio e muitas outras coisas (tem carbo, mas é pouco)
- suco de uva: muito carbo e antioxidantes entre outras tantas coisas.

b) comida:
- doce bananinha sem adição de açucar: grande qtde de carbo, potássio e outras coisas
- figo seco: grande qtde de carbo e muitas outras coisas (esse é o mais gostoso de todos e tem figos secos pequenos que facilita comer nos pedais)
- uva passa:
- banana desidratada:
- barra de banana com coco e cobertura de chocolate (tudo orgânico): gostoso, mais para variar o sabor (é o produto mais processado que ingeri)

depois do pedal
Se no dia seguinte for fazer outro pedal, é importante aproveitar logo que acaba e beber uma grande quantidade de carboidrato... suco de uva, caldo de cana, etc...

O legal dos produtos in natura ou pouco processados, é que eles tem uma porção de substâncias que ajudam na absorção ou potencializam umas às outras. Apesar de não terem quantidades rigidamente estabelecidas acho que atendem melhor que os produtos industrializados que sempre tem uma gama de resíduos químicos de todo tipo.

Um site que estrutura as informações nutricionais de forma excelente (é uma pena que seja estrangeiro, o que pode gerar discrepancias nas informações)

http://nutritiondata.self.com/facts/fruits-and-fruit-juices/1882/2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
prof carlos henrique



Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: marcus   Ter Abr 17, 2012 4:44 pm

uma observação;

em minha vida de atleta competidor (judô) aprendi muitos esquemas de se manter com pique alto, uns por transmissão de conhecimento, outros por pesquisas em livros e net, e outros pela simples e pura observação prática em experiências próprias!

como atleta amador de ciclismo adaptei muitas coisas ao longo de mais de 20 anos de trilhas e estradas e uma coisa que aprendi é nunca se precipitar, nada de ficar ansioso só atrapalha!!!!


questão de se alimentar consumindo somente líquidos ou mastigando banana seca, para comer tenho preferência em parar em uma sombra (se de dia) ou no primeiro local adequado (se de noite) e mandar a bóia pra dentro com apreciação e tranquilidade, não serão 10 minutos que me irão estragar a pedalada!!! é apenas questão pessoal fazer assim!

uma observação sobre os nutrientes dos alimentos apresentados por ti!
durante o pedal:
a) bebida: água de coco + suco de uva branco
- agua de coco: excelente isotonico, auxilia a digestão, muuuuuuita vitamina C (antioxidante), muuuuuuito Potássio e muitas outras coisas (tem carbo, mas é pouco)
- suco de uva: muito carbo e antioxidantes entre outras tantas coisas.

b) comida:
- doce bananinha sem adição de açucar: grande qtde de carbo, potássio e outras coisas
- figo seco: grande qtde de carbo e muitas outras coisas (esse é o mais gostoso de todos e tem figos secos pequenos que facilita comer nos pedais)
- uva passa:
- banana desidratada:
- barra de banana com coco e cobertura de chocolate (tudo orgânico): gostoso, mais para variar o sabor (é o produto mais processado que ingeri)

depois do pedal
Se no dia seguinte for fazer outro pedal, é importante aproveitar logo que acaba e beber uma grande quantidade de carboidrato... suco de uva, caldo de cana, etc...


vamos lá:
água de côco, descrito com maestria! reequilibra os sais do corpo.

suco de uva: muitos carboidratos simples (açucares diversos) é ótima fonte de energia.

figo seco e banana seca são consideradas as frutas do atleta, alta concentração de potássio e carboidratos simples, evita câimbras e estimula a contratilidade muscular! não deve faltar nunca!!

se já está consumindo a banana desidratada o doce é dispensável, é preferível consumir a banana seca do que o doce.

levo chocolate pq é altamente calórico e não podemos deixar de consumir lipídeos (gorduras) que é uma fonte segura de reservas de energia!

final de pedal sempre tomar um suco com alta concentração de potássio e açúcares fornecido por mel, açúcar cristal ou mascavo, até rapadura é bom!

e só depois de duas hs ou mais comer alimentos leves mas calóricos, nunca querer se empanturrar de churrasco ou comer uma pizza gigante como um doido aqui do grupo já fez!!! kkk

final de pedal, sempre bato uma vitamina com banana passa e suco de laranja, mistura facilmente assimilada e levanta o "morto"!!!!

só faltou o "timing" do evita cansaço que é o pq que uso guaraná em pó, um excelente estimulante e fortificante natural que "arranca! essa sua energia de lá de dentro que vc acha que acabou mas que tá lá no fundo!

produto que ajuda a liberar muita energia e adequadamente ás necessidade é o consumo regular de levedo de cerveja, só não citei no caso do nino, pq o organismo precisa de um período de adaptação senão se for deixar para o dia é caganeira garantida!!!!

consumo levedo de cerveja rotineiramente, é um excelente alimento!!!


e nunca se esquecer que além das misturas com a água de côco, se deve levar água pura, isso não pode faltar!

e vamos papeando!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luciano



Mensagens : 199
Data de inscrição : 26/08/2011
Idade : 40

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Qua Abr 18, 2012 6:37 pm

Professor, obrigado pelo "doido"! rsrs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xamã



Mensagens : 176
Data de inscrição : 04/03/2011
Idade : 52
Localização : Pantanal MS

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Qui Abr 19, 2012 3:32 pm

Carlos,
vejo vc sempre recomendar o guaraná em pó...
concordo! ... só que eu mifu quando era jovem, tempo de Exército...eu tomava toda manhã um copo com o pó misturado com água...se não me engano foram 3 anos assim...porém, enjoei de um jeito que nunca mais consegui tomar .... azar da ????? kkkkkk
Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Qui Abr 19, 2012 3:39 pm

Hje pedi pra minha digíssima ir lá comprar o guaraná em pó. Ela disse q chegou na farmácia e perguntou pra funcionária:

- vc tem guaraná em pó?

No q a moça respondeu:

- não, só tenho pó de guaraná.

drunken

Ela resolveu comprar assim mesmo. Pior q tá escrito bonitinho na embalagem, lá em casa:

"guaraná em pó"

scratch scratch


lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique



Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: xamã   Qui Abr 19, 2012 3:50 pm

guaraná é além de estimulante um fortificante muito efetivo, foi de uma ajuda e tanto em minha vida de atleta competidor de judô, no ciclismo foi consequência de necessidade de um endurance estendido se é que me entende!

volte a tomar que não se arrependerá!!!!


até pra sexo o negócio é bão!!!!! se é que notou isso qdo era consumidor da fruta!


apesar do sabor amargo eu aprecio, gostava de chupar semente de guaraná torrada mas nunca mais achei.
meu primeiro contato com guaraná foi aos 14 ou 16 anos, por ai; meu pai trazia dos indios mas não sei dizer se era de mato grosso ou lá pra frente de manaus, trazia pau de guaraná, a língua seca de pirarucu para ralar o pau pois na época nunca vinha em pó; trazia as sementes torradas e o sangue de guaraná (suco da fruta in natura) em que se pingava duas gotinhas de conta gotas num copo de água!
me habituei ao consumo mas tb não sou dependente do uso, muitas vezes esqueço de tomar mas sempre presente!!

e por sabor amargo, gosto demais do tererê bem gelado, compro ai no mercado municipal de campo grande-ms, só folha pura, nada de pó, é bom demais! esse consumo diariamente desde os meus dezesseis anos!!!

nino

mas que manifestação de "inteligência" da vendedora!!!!

abraços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xamã



Mensagens : 176
Data de inscrição : 04/03/2011
Idade : 52
Localização : Pantanal MS

MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Qui Abr 19, 2012 11:59 pm

prof carlos henrique escreveu:
até pra sexo o negócio é bão!!!!! se é que notou isso qdo era consumidor da fruta!
então era por isso que eu com 18 anos "fazia" seqço duas vezes por dia no banheiro - 5 x 1 - kkkkkkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Dificuldades no ciclismo de longa distância   Hoje à(s) 5:58 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dificuldades no ciclismo de longa distância
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Uma frase curta, para longa reflexão..​.
» N2 – a mais longa estrada…

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ciclismo reclinado geral-
Ir para: