InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Deitando mais o banco

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Deitando mais o banco   Sex Ago 05, 2011 1:56 pm

Num tópico de um tempo atrás, por ressonância à sugestão do Mordaz, o Marcus fez uma projeção de como poderia ficar a Berimbosa com o assento a 22 graus:

Antes:


Depois:


Coloquei uma série de empecilhos mas hoje resolvi botar um amigo meu pra trabalhar hauhalshsdafhla!!! Basketball

Só ilustrando como era (e ainda é) preso o banco nos stays de fixação do assento (foto tirada de baixo pra cima, por trás do banco):



Assim, o caminho pra deitar mais o assento é fazer novos orifícios no banco, um pouco mais acima, e prender de novo. Meu receio era ficar num ângulo desfavorável pras dobradiças e pro bambu aguentarem, mas o Davilson me convenceu do contrário, mostrando q dá até pra trabalhar com ângulos bem mais ousados pra esses stays. Então criei coragem!

Pra facilitar o trabalho, aleijamos a bici!



Acho q foi a única hora em q fiz alguma coisa. De resto, só fiquei assistindo e palpitando!

Medindo cá:



E medindo lá:



OOOHHHHHH:



Não foi tão simples qnto pareceu, e agora já tá deitado no máximo q dá, sem proceder mudanças drásticas. Isso pq essas "protuberâncias" aí da parte de trás do banco vão afinando (o "vale" vai estreitando), e chega uma hora em q não cabe mais as dobradiças. Ficou bem apertado e chegamos (chegou!) a desbastar um pouquinho, pra caber onde tínhamos projetado. Também foi necessário cortar os parafusos, e refazer a fixação do banco q fica embaixo da bunda.

Por sinal, eu achava q, antes, tava precisando jogar o banco um pouco mais pra trás, pois estava minimamente curto pras pernas. Seria pouca coisa, mas não queria fazer. Com essa operação de deitar mais o banco, o Davilson já havia previsto q naturalmente o quadril iria mais pra trás, então tlvz já ficasse na posição ótima. Pior q chegou bem pra trás, e acabei, pelo contrário, precisando chegar o banco um pouquinho pra frente! O q contribuiu em pentelhésimos pro assento ficar mais deitado!

Aí ficou assim na hora (há poucas horas):



Tive q tirar os três porta-trecos, o de trás passou a tocar o pneu, e os menorzinhos não iam caber mesmo. Dpois terei q arranjar um ajeito de recolocá-los.

Tentei tirar em casa uma foto bem parecida com uma q tirei ontem, pra fazer o "antes e depois":




Dá pra ver como a fixação abaixo do banco teve q ir mais pra frente. Ainda acho q agora as pernas ficaram menos curtas. Suspeito q tenha ficado praticamente exato pro q penso.

E fiquei agora posicionado mais ou menos assim:



Comparando o antes e dpois usando uma foto já do passado:




Olhando as fotos meio rápido pode nem parecer tanta diferença, mas é bem razoável! Vejam q antes a ponta do assento ficava acima do nível do guidão; agora, tá abaixo. Acho q não pedalei nem 3 km desse jeito, mas já deu pra ver q tive q posicionar a cabeça diferente, se eu não quiser ver só o céu! Eu tenho mania de trocar marcha do câmbio dianteiro olhando pras coroas, e agora não dá pra ver nada, o guidão tampou! A sensação de estar mais baixo, mesmo sendo tão pouco, foi bem clara nesse pouquinho q pedalei. Não tentei virar o tronco pra dar uma olhada pra trás mas acredito q está fora de cogitação. No mais, não achei ruim, achei foi bom, pena q já fazia acho q mais de 20 dias q não pedalava essa bike, apenas utilizei-a rapidinho ontem, e hoje de novo, então a diferença não marca tanto. O q mais estranhei foi a visão diferente por trás do pára-brisa. Não senti nada crítica quanto ao equilíbrio, achei parecido, mas preciso testar mais (nem sei se uma hora vou sentir diferença, pois acho q agora, a tendência é ir ganhando habilidade, à medida q vou pedalando mais a bike).

Se antes o banco estava a 40 graus, pelas minhas contas, agora está a 30. Na verdade, medi várias vezes e em todas deu 29 vírgula qualquer coisa graus. O pessoal aí das contas pode conferir (tentei tirar o mais a 90 graus de chão mas sempre balança na hora de apertar):



Antes de passar a Explorer pro Antigão, tirei o ciclocomputador dela e deixei guardado, e ontem fiz uns testes e vi q vai dar pra instalar direitinho na Berimbosa, inclusive o sensor de cadência. O monitorzinho do ciclo vai caber direitinho à esquerda do rapid-fire traseiro - um pouco inclinado, é verdade, mas isso é sintoma de reclinismo hahahahah santa !

Agora é aproveitar o fim de semana pra fazer os testes. O tempo deu uma fechada logo hoje, espero q não chova!

Abraços a todos e obrigado, sempre, pelas dicas,


Nino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Olavo

avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 11/02/2009
Idade : 46
Localização : Porto Alegre - RS - Brasil

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sex Ago 05, 2011 3:06 pm

Derepente vai precisar de um apoio para cabeça em pedaladas mais longas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://olavolu.blogspot.com/
Mordaz

avatar

Mensagens : 2237
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sex Ago 05, 2011 4:41 pm

Olavo escreveu:
Derepente vai precisar de um apoio para cabeça em pedaladas mais longas!
Com o banco a 30 graus? Duvido.

Nino, se sentir necessidade, não se apresse em instalar um apoio para cabeça. Logo você se acostuma.

Se, futuramente, baixar para menos de 25 graus, tudo bem...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sab Ago 06, 2011 12:52 am

hehehe, mais uma do valente Nino!!!

Gostei de ver! Quero mais!...rsss

Abraços e desfrute!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: primeiro teste   Seg Ago 08, 2011 7:50 am

Então, ontem fiz meu primeiro teste q pode se chamar de teste, pedalei no que era o meu circuitinho antes de perder a vergonha na cara e parar de treinar! São cerca de 20 km, a maioria nas margens dum rio, então tem falso plano descendo e subindo.

Essa eu acho q é a postura mais aero q consigo manter, com o avanço de guidão do jeito q está. As mãos ficam sobre os rapid-fires, com o cotovelo dentro do corpo:




Mas é meio incômoda, pra ficar bom precisava de um outro ajuste, tlvz com o avanço mais pra frente e tlvz minimamente mais pra cima. No tópico da aerodinâmica vou colocar umas fotos comparativas em outros ângulos. Assim, passei a maior parte do tempo na posição mais cômoda, q deixa os cotovelos pra fora do corpo.

Instalei o ciclocomputador na Berimbosa e deu certinho, o ruim é q só posso comparar numericamente com a Explorer, pois nunca marquei nada na de bambu. E é uma comparação bem desleal, já q quase tudo é diferente nelas: peso, rigidezxamortecimento, comprimento pedivela (25mm menor na de bambu), angulo do assento... Então, conferindo o ciclo, as diferenças são bem gritantes!

Primeiro, estranhei o quão rapidamente atingi uns 35 km/h. 30 por hora, então, q fichinha! Provavelmente andei o tempo todo mais rápido q antes, sendo q nos trechos em ascensão a diferença pode não ser lá tão grande, mas em planos e micro-descidas vi como estava voando! Na coroa do meio, num 32x11, atingi sem esforço sobre-humano 42 km/h, numa cadência de uns 125. Aliás, fiquei impressionado com os valores das cadências: eu achava q eu girava bastante na explorer, mas com certeza o pedivelão 170mm me limitava. Com esse de 145, minha cadência fica geralmente acima de 100, raramente abaixo disso, oscila muito entre 110 e 120, pelo menos nesse ritmo de treino. E não dá a sensação de se estar girando como uma ventoinha, parece normal.

Algumas coisas podem ter diminuído meu rendimento, como a falta de treino e o horário quente com sol (entre 11:30 e 12:30). No final, a minha média foi maior do q costumava ser. Geralmente ficava por volta de 21, às vezes um pouco acima mas geralmente abaixo (20 ponto alguma coisa). Acho q ontem foi 23,6, sendo q na metade do percurso estava quase em 26, e dali em diante eu mudei um pouco o trajeto e ainda tem a volta pra casa q é uma longa subida constante q sempre se encarrega de diminuir minha média. Fico pensando como será qndo colocar os pneuzinhos fininhos! Também fico querendo saber como seria num circuito totalmente plano - esse é o mais plano q se pode conseguir por aqui, e a gente acaba passando a maior parte do tempo subindo, mesmo q seja uma subida leve. Não sei se a velocidade a mais que se atinge no falso plano descendo compensa o quão mais devagar vc vai nas subidinhas.

Coisas ruins:

- algum incômodo nas costas, mais especificamente região do trapézio, lado esquerdo, de certo q um mal jeito por ainda não ter me acertado à nova posição;
- ter q visualizar os obstáculos no chão com alguma antecedência, sem poder ver mais de perto o q pode bater na roda dianteira (não dá pra ver a roda nem as coroas);
- daria pra pedalar com a cabeça não muito paralela ao chão e ver quase tudo, mas na hora de olhar pro retrovisor (q faço o tempo todo) eu tinha q curvar o pescoço pra enxergar, eu não sei se regulo o espelho pra vê-lo na posição em q a cabeça está mais cômoda, ou espero (e uso isto para) me acostumar à curvatura mais acentuada da cervical.

Pra terminar, fiz um gifzinho animado da diferença de angulação do banco; no caso, os 10 graus a menos (de 40 pra 30):

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Seg Ago 08, 2011 2:23 pm

É Nino, tudo isso se chama bichinho da speed. Vc quer mais desempenho, quer pneus mais fininhos, quer encolher os cotovelos... Mas o negócio é treinar mesmo, ... sei que na verdade vc quer é sofrer menos no Audax, mas é assim que começa...

Continue seus posts, quero saber mais...abraços.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Seg Ago 08, 2011 2:37 pm

Marcus Del Mastro escreveu:
É Nino, tudo isso se chama bichinho da speed. Vc quer mais desempenho, quer pneus mais fininhos, quer encolher os cotovelos... Mas o negócio é treinar mesmo, ... sei que na verdade vc quer é sofrer menos no Audax, mas é assim que começa...

Continue seus posts, quero saber mais...abraços.
Hehehe já comprei o Schwalbe Durano 26x1,10 na Chain Reaction, e a câmara de ar dele no eBay (acho q MawCycles). Foram os dois melhores preços q encontrei. O do aro 20 faltou a grana (o cartão estourou!), mas assim q liberar já vou mandar vir. Aí vou sentir a dureza! clown
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
manouchk



Mensagens : 159
Data de inscrição : 12/06/2010

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sex Ago 12, 2011 4:35 pm

O bike tem que ter um rendimento bom. Não adiantaria por exemplo eu tentar andar rápido com minha bicicleta da caloi (aluminum). A bicicleta é muito ruim, não tem jeito! Mesmo com pneu kojak o durano, ficaria ruim demais... Quando ando a 20 km/h com essa bike faço talvez mais esforço do que com minha speed velha de 15 anos a 30 km/h... Para fazer 200 km, é bom ter uma bicicleta eficiente também! Andando a 30 km/h de média são menos de 7 horas. A 20 km/h já estamos indo para 10 horas. Vale a pena ter uma bicicleta muito mais confortável nesse caso. cyclops
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Olavo

avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 11/02/2009
Idade : 46
Localização : Porto Alegre - RS - Brasil

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sex Ago 12, 2011 9:05 pm

manouchk escreveu:
O bike tem que ter um rendimento bom. Não adiantaria por exemplo eu tentar andar rápido com minha bicicleta da caloi (aluminum). A bicicleta é muito ruim, não tem jeito! Mesmo com pneu kojak o durano, ficaria ruim demais... Quando ando a 20 km/h com essa bike faço talvez mais esforço do que com minha speed velha de 15 anos a 30 km/h... Para fazer 200 km, é bom ter uma bicicleta eficiente também! Andando a 30 km/h de média são menos de 7 horas. A 20 km/h já estamos indo para 10 horas. Vale a pena ter uma bicicleta muito mais confortável nesse caso. cyclops

Depende do objetivo! Eu como ainda estou acima do peso, prefiro gastar mais energia carregando mais peso na bicicleta e não me importando com a eficiência de rodagem dos pneus, claro que num audax eu manero um pouco Smile


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://olavolu.blogspot.com/
manouchk



Mensagens : 159
Data de inscrição : 12/06/2010

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sex Ago 12, 2011 11:16 pm

Sim, não são somente os pneus que contam. O conforto não combina sempre com a eficiência. Por exemplo, a flexibilidade de um quadro é associada a perdas de energia...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Olavo

avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 11/02/2009
Idade : 46
Localização : Porto Alegre - RS - Brasil

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sab Ago 13, 2011 1:56 am

Quando pegares o gostinho da reclinada, vai querer ficar mais tempo em cima dela, ai o resto todo não vai importar muito, pelo menos pra maioria é assim!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://olavolu.blogspot.com/
manouchk



Mensagens : 159
Data de inscrição : 12/06/2010

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sab Ago 13, 2011 11:34 am

Eu já gosto muito da reclinada. Ainda não achei um conforto 100%, sinto alguns incômodos nas costas. Talvez estou inclinado demais para o banco que tenho. Apesar disso, minha solyom S26 me dá mais conforto do que uma bicicleta convencional com suspensão dianteira. Eu achava que eu me apaixonaria mais e esqueceria logo as bicicleta comum. Por algumas razões "locais", preciso ainda andar bicicleta comum para ir no trabalho. Eu instalei um kit elétrico para poder ir trabalhar e fazer meus meus 48 km diário (2x24km). A ideia era chegar sem suar no trabalho. Eu precisei também do apoio elétrico por causa de um problema de dor no joelho que aparentemente está desaparecendo pouco a pouco!

Eu acho que tem um tempo de adaptação muscular e técnico em relação a reclinada. Eu ainda devo ter um rendimento muito pior de reclinada do que de bicicleta clássica. Na verdade fica difícil comparar meu desempenho com bicicletas muito diferentes mas não tenho muita facilidade para andar acima de 30 km/h com a solyom S26.

Eu peguei de volta minha antiga bicicleta speed (mas boazinhza!) na França e fui fazer entre outras coisas algumas subidas boas tal como o Lautaret e Alpes d'Huez. Me diverti muito, devido a sensação de "potência" nas subidas em particular, apesar, é claro, de algumas dores na altura do contato com o selim!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Olavo

avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 11/02/2009
Idade : 46
Localização : Porto Alegre - RS - Brasil

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Sab Ago 13, 2011 10:11 pm

Mas é isso mesmo, na verdade é tudo uma questão de costume! Pra reclinadas tens que desenvolver outras musculaturas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://olavolu.blogspot.com/
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Seg Ago 29, 2011 10:00 am

Estou precisando dos especialistas!!

Até agora, pedalei uns 180 e poucos km com a nova angulação. Em pedaladas de até 20, 20 e poucos km, acho tudo ok, muito bom e tals, mas qndo passa dos 30km (e ainda não fui muito além disso nos testes, acho q foi no máximo 36 km), começo a sentir uma agulhadinhas na porção mais baixa da coluna, bem embaixo mesmo, não sei se é ali q é o coccix, é um das últimas partes mais duras, antes da bunda.

Costuma ser no meio, mas às vezes nos ladinhos, tb.

Não é um incômodo q tenho muita noção qndo estou pedalando, sinto mais depois q saio da bike. E dura o dia inteiro, depois disso, até a noite. Ontem q prestei mais atenção a isso enquanto pedalava, pois queria entender a causa. Pensei em algumas coisas:

a) dureza dos impactos sendo transmitida muito diretamente a essa região: desconsiderei isso dpois de ontem (34 km em 1h30m de pedal), pois me esforcei pra dar a pedalada mais lisa possível, sem muitos choques, e mesmo assim senti a região.
b) buraco no banco estar causando um encaixe ruim na coluna: pra quem já prestou atenção às fotos, esse banco réplica da M5 tem uma abertura no meio, na qual a coluna se encaixa... suspeito q os ossinhos mais lá debaixo estão se encaixando mal no comecinho da abertura, tlvz pegando alguma quina q não tenha ficado anatomicamente bem encaixada com essa mudança de angulação. Mas não sei, tenho a impressão de q esse desconforto não é por atrito ou pressão, e sim pela posição q a bacia fica repousada enquanto pedalo... ou seja, a questão é mais postural do q de acolchoamento.
c) essa hipótese q levantei aí no fim desse item b. a posição das minhas pernas não mudou com a mudança de angulação, mas teve um ligeiro aumento do ângulo entre as pernas e o tronco, entre as pernas e a bacia, entre as pernas e a coluna. será q pode ser isso?

Hje de manhã consegui pedalar uns 10km até chegar no serviço, e coloquei aquele próprio antiderrapante q uso sobre o banco, dobrado, perto dessa região, me preocupando em tampar a abertura na parte mais debaixo, deixando a coluna entrar nessa abertura apenas um pouco mais acima, elevando um pouco esse ossinho e tb deixando q ele encoste de uma forma mais macia... Mas não é suficiente avaliar só com essa kilometragem, cerca de meia hora de pedal, precisava mais, mas não tenho grandes esperanças pois acho q desse jeito, ficou meio desajeitado Razz .

Será q, se o banco fosse inteiriço, sem a abertura, eu estaria sentindo algo?

Do jeito q estava antes, eu estava mais sentado, então tinha um pouco de peso na bunda, um pouco na lombar e um pouco na dorsal. Com o banco um pouco mais deitado, a ideia q eu tenho é de q o peso se distribuiria melhor, com mais um pouco na dorsal e menos na bunda, diminuindo também o peso na lombar... De novo, acho q não tem muito peso ali nesses ossinhos, e tenho receio de q não seja só o jeito ruim em q eles estão se alojando no banco, mas todo o conjunto inferior meu, mal alojado.

Desse jeito, não posso pedalar mais de 40 km Sad . Se eu sentir uma dor aguda no meio do pedal, adeus. Aí fica paia. Ainda mais na hora q eu colocar os pneus de alta pressão, acho q aí sim vou sentir por impacto, como acho q nem está sendo, agora.

Alguém tem palpites? Minha postura está como nas fotos acima.

Se eu tiver algum pedal mais comprido pelos próximos dias, fatalmente vou voltar o banco aos 40 graus, q é qndo tinha zero de problema. Se alguém chegar à conclusão q os 30 graus estão inadequados, tento uma coisa intermediária, mas já dá aquela preguiça da trabalheira pra fazer nova furação, novo ajuste do assento no quadro.. e de pedir ajuda aos universitários pirat , sem garantia de q dará certo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Klaus

avatar

Mensagens : 423
Data de inscrição : 27/05/2009
Idade : 31
Localização : Puerto Felíz

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Seg Ago 29, 2011 12:28 pm

Grande Nino, :-D

Seguintchê, só vais solucionar esse problema com um bom ventisit:

http://www.ventisit.nl/en/models/recumbent-seat-pads/model-3/

Sempre vai peso na basunfa, não adianta, mesmo reclinando bastante pois a própria busanfa tem seu peso e a gente nunca vai por o bano paralelo com o chão além de que quando pedalamos vai força contra ali também além das costas então não é só o peso da pessoa a fazer pressão contra neste lugar.

[]!!!

Klaus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.ecobamboobikes.blogspot.com
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Seg Ago 29, 2011 1:32 pm

Uau! Reformaram o site da Ventisit! Ficou bem melhor, eu achava uma coisa horrorosa antes. Bem, continua meio chato de achar as várias medidas, mas o Klaus me mandou direto.

Klaus e outros que conhecem o comportamento desse banco: vcs acham q eu fiz bem em recortar a parte do tapetinho antiderrapante, q já uso, ao longo de toda a abertura? Confesso q eu fiz um pouco por estética, um pouco pelo q eu imaginava de anatomia, e um pouco pra imitar algumas fotos Cool . Eu acho q, antes de eu fazer uma compra mais radical de um ventisit (q pretendo sim fazer, inclusive sondei o manouchk sobre o q ele comprou lá na frança pra Explorer dele), vou tentar com umas espumas de maior densidade, tipo aquelas usadas em alguns assentos da Bacchetta:



Vou dar uma procurada nas lojas da cidade pra ver se acho algum tipo de espuma mais grossa, ou faço um mix sanduíche, com uma espuma entre duas camadas de tapetinho. Esse tapetinho q eu falo q uso, é daqueles que compra por metro, vem em rolo:



Atualmente uma camada desses já está colada no banco - foi obra minha, mas não consciente, pois o próprio peso do meu corpo amassou o tapetinho contra o assento e grudou. A outra camada eu às vezes nem uso, mas em geral coloco sim, por cima. Essas duas camadas estão recortadas nessa abertura, sobrando um pouco nas quinas, pra ficar mais acolchoadinho. Alguém tem outra dica de material? bounce

Vou fazer isso tudo pensando no upgrade pro ventisit. O nó é q eu já comprometi meu cartão de crédito, com pneus e outras frescuras, só lá pra outubro posso usá-lo novamente. Até lá vou fazendo testes com outras coisas (e pensando q, a cada comprinha besta, estou deixando de juntar dinheiro pra comprar o treco decente! scratch )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz

avatar

Mensagens : 2237
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Ter Ago 30, 2011 8:56 pm

Eu uso uma camada de espuma D45 de 30 mm sobre um etaflon de 10 mm. Antes eu usava duas camadas desse mesmo etaflon, mas depois reduzi para uma. Não parece fazer diferença no amortecimento. A espuma sim, faz diferença. Acho a espuma melhor que o Ventisit, que experimentei e não gostei. É mais leve também.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Mordaz

avatar

Mensagens : 2237
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Ter Ago 30, 2011 9:12 pm

Klaus escreveu:
Sempre vai peso na basunfa, não adianta, mesmo reclinando bastante pois a própria busanfa tem seu peso e a gente nunca vai por o bano paralelo com o chão além de que quando pedalamos vai força contra ali também além das costas então não é só o peso da pessoa a fazer pressão contra neste lugar.

A minha impressão é diferente. Sinto que a força que faço ao pedalar se transfere para o banco na altura do meu cóccix, talvez um pouco acima. Zero dor no traseiro.

Seja como for, quanto mais deitado o banco, menos peso sobre o traseiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Ter Ago 30, 2011 9:48 pm

Mordaz escreveu:
Eu uso uma camada de espuma D45 de 30 mm sobre um etaflon de 10 mm. Antes eu usava duas camadas desse mesmo etaflon, mas depois reduzi para uma. Não parece fazer diferença no amortecimento. A espuma sim, faz diferença. Acho a espuma melhor que o Ventisit, que experimentei e não gostei. É mais leve também.
Obrigadíssimo, Mordaz. Hoje cedo saí a busca dessas espumas, mas não consegui achar nada parecido. A maior densidade q achei foi 30, mas não dava, pois era de uma espessura absurda, tipo uns 20 ou 30 cm. Aliás, todas as espumas q achei de densidade "melhorzinha" eram muito espessas; as mais fininhas, densidade muito pequena.

A mulher da loja "chutou" q o q funcionaria pra mim seria uma espuma de 30mm, como vc falou q usa, mas de densidade 30 ou 33.

Na falta de achar o mais adequado, comprei mais desses tapetinhos, um pedaço de 90cmx50cm dá pra fazer dois bancos, aí coloquei esses dois por cima do q já está 'pregado' e ficou bem "cheio" de novo, ainda fiz um esquema com tiras de velcro (pq o velcro é uma das coisas mais 'duras', sem ser pontudo) + um pedaço que sobrou, pra minimizar os efeitos da abertura do banco na parte mais inferior. Na verdade, essas duas camadas de tapete são mais, também, pra anular temporariamente a abertura toda, e ver como é a sensação. Pq só um tapetinho desse basta pra diminuir um pouco a dureza.







Infelizmente não consegui pedalar muito pra testar. Só fui com a bike trabalhar dpois hora do almoço, e agora à noite dei uma estendidinha q não deve ter chegado a 10 km. Amanhã cedo, se acordar bem, vou tentar fazer pelo menos 25 km.

Ruim q com tudo isso de tapete, estou perdendo alguns detalhes do desenho normal do banco (em termos de encaixe anatômico), e não só anulando a abertura, como é a intenção do teste.

Mordaz escreveu:
A minha impressão é diferente. Sinto que a força que faço ao pedalar se transfere para o banco na altura do meu cóccix, talvez um pouco acima. Zero dor no traseiro.

Seja como for, quanto mais deitado o banco, menos peso sobre o traseiro.
Depois de refletir um pouco nesses dias, acho q é exatamente isso aí. A pressãozinha é mesmo no cóccix ou alguma região ligeiramente acima. Quando o banco estava a 40 graus, eu não sentia nada, nem bunda, nem cóccix (nunca senti essa bagaça na vida!), e nem muito costas. O único efeito colateral um pouquinho mais indesejável era os pés dormirem em subidas looooooongas... Agora, a 30 graus, nem tenho mais bunda, tô sentido só esse lance aí do cóccix, e tb sinto mais pressão no dorso mas nada q cause dor, como está se manifestando esse incomodozinho lá embaixo.

Pra falar a verdade, agora estou sentindo alguma coisa sim, apesar da pedalada curta, mas é bem menos agudo do q no domingo, e tem tb o efeito psicológico de ficar pensando nisso direto e achar q está sentindo algo.

Mordaz, vc achou o Ventisit muito 'mole', comparando com a espuma q vc usa? Sabe se era de 2 ou 3 cm? (são as opções q aparecem no site) Qual seria a maneira de comprar uma espuma semelhante, seria "tipo assim"?

http://www.procapascba.com.br/carrinho.php?cor=E&tamanho=E&prodId=558

Com q instrumento se corta um trem desses?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz

avatar

Mensagens : 2237
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Qua Ago 31, 2011 2:08 am

ninocoutinho escreveu:
A mulher da loja "chutou" q o q funcionaria pra mim seria uma espuma de 30mm, como vc falou q usa, mas de densidade 30 ou 33.
Eu experimentaria D33. Se não for uma experiência cara.

ninocoutinho escreveu:
Ruim q com tudo isso de tapete, estou perdendo alguns detalhes do desenho normal do banco (em termos de encaixe anatômico), e não só anulando a abertura, como é a intenção do teste.
Eu conheço esse tal "tapetinho" e o acho duro e fino. Penso na espuma como uma maneira de "interfacear" o contorno das costas com o contorno do banco. Obviamente ambos não combinam perfeitamente porque o banco não foi feito a partir de um molde do seu corpo.

ninocoutinho escreveu:
Depois de refletir um pouco nesses dias, acho q é exatamente isso aí. A pressãozinha é mesmo no cóccix ou alguma região ligeiramente acima. Quando o banco estava a 40 graus, eu não sentia nada, nem bunda, nem cóccix (nunca senti essa bagaça na vida!), e nem muito costas. O único efeito colateral um pouquinho mais indesejável era os pés dormirem em subidas looooooongas... Agora, a 30 graus, nem tenho mais bunda, tô sentido só esse lance aí do cóccix, e tb sinto mais pressão no dorso mas nada q cause dor, como está se manifestando esse incomodozinho lá embaixo.
Talvez você tenha o tal osso (que em inglês se chama "tail-bone") um pouco mais proeminente. Ou seja, uma cauda residual! (Seria você um reptiliano?) Comigo deve ser o contrário, pois sempre tive o péssimo hábito de "sentar" (é mais "deitar"...) sobre esse osso (sabe quando a gente escorrega na cadeira e fica todo largado?) Brincadeiras à parte, uma espuma mais grossa deve resolver, pois evita a concentração de força em um ponto só. Cabe lembrar que não sou especialista em anatomia humana.

ninocoutinho escreveu:
Mordaz, vc achou o Ventisit muito 'mole', comparando com a espuma q vc usa? Sabe se era de 2 ou 3 cm? (são as opções q aparecem no site)
Pelo contrário. Acho duro demais. E olha que era a versão "confort" (3 cm, ou seja, três camadas do material). Além disso, a incompressibilidade do material torna o banco "menor". Suspeito que os apologistas do Ventisit são predominante "fofinhos".

ninocoutinho escreveu:
Qual seria a maneira de comprar uma espuma semelhante, seria "tipo assim"?

http://www.procapascba.com.br/carrinho.php?cor=E&tamanho=E&prodId=558
Nunca comprei espuma em websites. Não sei dizer se o material dessa foto é o mesmo.

ninocoutinho escreveu:
Com q instrumento se corta um trem desses?
Cortei com faca mesmo. Não ficou bonito, mas coloquei a espuma dentro de uma capa, então...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Olavo

avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 11/02/2009
Idade : 46
Localização : Porto Alegre - RS - Brasil

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Qua Ago 31, 2011 4:21 am

Mordaz escreveu:
(Seria você um repiteliano?)

De forma nenhuma os repitelianos eram do mal, o Nino é do bem No
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://olavolu.blogspot.com/
Mordaz

avatar

Mensagens : 2237
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Qua Ago 31, 2011 6:26 pm

Olavo escreveu:
Mordaz escreveu:
(Seria você um repiteliano?)

De forma nenhuma os repitelianos eram do mal, o Nino é do bem No

"Repiteliano"? Eu escrevi "reptiliano".

O Nino pode ser do bem, mas precisamos de um laudo médico para sabermos se é realmente um mamífero! Suspect
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Qua Ago 31, 2011 7:17 pm

Hahahahah vocês estão loucos drunken drunken Até fui olhar características de répteis pra ter certeza, e já na primeira não dá: "corpo coberto com pele seca"... minha pele é uma gororoba só, puro óleo albino

Vamos lá:
Mordaz escreveu:
Eu experimentaria D33. Se não for uma experiência cara.
Se eu tivesse achado, iria experimentar. Mas, se eu for encomendar, iria igual ao seu, D45, pq se vc acha o 45 mais macio q o ventisit, o 33 ia ser macio demais.

Mordaz escreveu:
Comigo deve ser o contrário, pois sempre tive o péssimo hábito de "sentar" (é mais "deitar"...) sobre esse osso (sabe quando a gente escorrega na cadeira e fica todo largado?) Brincadeiras à parte, uma espuma mais grossa deve resolver, pois evita a concentração de força em um ponto só. Cabe lembrar que não sou especialista em anatomia humana.
Pior q não deve ser exclusividade sua, pq O MUNDO senta errado, quase todo mundo senta com a bunda. Por causa dumas coisas bobas assim q acho q minha fisioterapeuta mudou minha vida, lá pelos idos de 2002... e por essas coisas tb que acho q educação física, em escolas, nunca foi educação física... praticar esporte não é educação física, é praticar esporte! Acho q educação física tinha q ensinar as pessoas, no mínimo, a ter consciência corporal, e aprenderem uns principiozinhos básicos sobre sentar, andar, saúde, bem-estar, alimentação, etc. Tlvz, ajudar também as pessoas a descobrirem qual a prática de exercício físico ideal para elas - mesmo q isso seja estar sempre mudando de atividade. Não adianta nada aquela pessoa q está sempre brigando com academia, ou q acha caminhada a coisa mais chata do mundo... ela tem q achar uma prática q seja verdadeiramente massa pra ela, nos limites da sua condição.

Pra terminar com uma imagem q acabei de ver duma Optima High Baron com ventisit. Eu tô começando a entender o q é esse tal de ventisit, é tipo uma bucha vegetal, só q mais durona e de trama mais simétrica. Achava q tinha alguma coisa por dentro, mas pelo jeito é só essa trama:







E termina com a bike inteira, se não é sacanagem!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Adriano



Mensagens : 13
Data de inscrição : 10/08/2009
Idade : 43
Localização : Torres - RS

MensagemAssunto: ESPUMA   Qua Ago 31, 2011 8:27 pm

Talvez funcione se usar espuma de banco de moto. De repente vá a um desmanche/ferro velho e pesquise o preço de um banco de moto. Certa vez fui a uma estofaria só para me informar qual forração para um banco de reclinada e o estofador me sugeriu usar espuma de banco de moto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   Qui Set 01, 2011 2:14 pm

Valeu, Adriano, a minha alternativa será realmente buscar nas lojas que aqui chamam de "capotaria" - lá na minha terra são chamadas de "tapeçaria". Tem várias, só não tive tempo de ir pingando de uma em uma, pra ver se eles têm algumas sobras que queiram dar ou vender, pois imagino q eles não devem ter interesse inicial em apenas vender, mas tb prestar o serviço. Provavelmente eles poderiam se dispor a estofar meu assento - por um precinho módico q não quero nem ver!

Essa espuma de bancos de moto devem ter alguma densidade específica que pretendo descobrir qndo for pesquisar nas capotarias. Na internet achei informações muito conflitantes

Mas vou devagar com o andor; hoje cedo pedalei 24 km e, engraçado: comecei a pedalada sentindo alguma coisinha, mas depois parou e terminei, aparentemente, sem incômodo nenhum. Talvez os tapetinhos tenham surtido efeito. Vou levar os testes por mais uns dias até q eu arrisque a compra de alguma espuma, por aqui ou pela net - achei muitas empresas que vendem cortes sob medida, mas nada de preços... chutaria q um corte do tamanho do banco, numa densidade entre 33 e 45, duns 3 cm de espessura, não deve dar mais de 40 reais.

Vou tentar, na medida do possível, 'evitar' essa compra, pois esse valor já seria uma 'parcela' do ventisit.

Bike vai fazendo a gente gastar com cada bobeirinha... scratch
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Deitando mais o banco   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Deitando mais o banco
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Não tenho 100 anos mais vi o 14 bis voar !
» MAIS CARROS CLASSICOS BRASILEIROS
» Quais Cloths são os mais raros e caros?
» Os 100 sobrenomes japoneses mais populares
» Qual é o mais forte Cavaleiro?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Faça você mesmo-
Ir para: