InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Lino Nasceu (e não é minha recli)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Sex Ago 26, 2011 8:39 pm

Pessoal, sumi devido a mais uma grande felicidade...

Lino nasceu no dia 16, agora são dois, o Pedro tem apenas um ano e meio... estou praticamente fora do ar nessas duas semanas...

Nasceu bem, nasceu em casa como o primeiro.


Abraços a todos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1240
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Sex Ago 26, 2011 9:49 pm

Eu tinha visto, só não tinha achado um jeito decente de dar parabéns cheers ! Pq acho q nenhum 'parabéns' é suficiente, num caso desses alien ... Então preferi ficar milagrosamente quieto clown .

Vai curtindo aí, q vc já sabe como é. E eu desconhecia esse papo de parto em casa.

Agora vai precisar de tandem de 3... ou 4 lugares! farao

Abraço,


Nino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xamã

avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 04/03/2011
Idade : 53
Localização : Pantanal MS

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Sab Ago 27, 2011 8:36 am

sunny PARABÉNS!!
16 de agosto? neste dia meu filho fez 10 anos! cheers
abraços e dá um beijão nele Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Sab Ago 27, 2011 9:50 pm

Nino, o nome do meu filho tem um quê de inspiração no seu apelido...rsss...
Começou com Tito, mas a Lu só lembra de um ditador do leste europeu...
Aí começou com Lino, Mino, Nino ...

Sabia que vc sabia, aliás... o que vc não sabe?

Parto domiciliar com parteiras (no caso enfermeiras obstetras), doula, uma amiga da família, eu e meu filho Pedro...

É estranho falar, mas o risco de morte num parto que começa em casa é o mesmo que um parto que começa no hospital (Isso no Canadá, que tem hospitais bem melhores em relação ao parto!).

Porém, a qualidade do parto é muito melhor em casa, isso não há dúvida. Diria que nós que nascemos em hospitais somos sobreviventes e quem nasce em casa, nasce vivendo.

Só para começar, o Brasil disputa com o Chile a ponta para ver quem tem o maior índice de cesarianas! Enquanto que a Organização Mundial da Saúde (ONU) diz que as cesarianas não deveriam passar de 15%, no Brasil a rede pública gira em torno de 30%, enquanto que nos hospitais privados gira em torno de 85%!!! Exatamente o inverso!

Não é a toa que os grandes hospitais exibem grandes UTI neonatais!!! Todo mundo nasce deficiente? Todo mulher tem problema para parir?

Vixe, esse papo é longo, ... quem quiser saber mais é só perguntar.

Abraços

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Sab Ago 27, 2011 9:51 pm

Xamã, que coincidência... 10 anos! Que legal!

Já tá reclinando ele tb? rsss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1240
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Seg Ago 29, 2011 9:34 am

Marcus Del Mastro escreveu:
Nino, o nome do meu filho tem um quê de inspiração no seu apelido...rsss...
Começou com Tito, mas a Lu só lembra de um ditador do leste europeu...
Aí começou com Lino, Mino, Nino ...
hahaha com esse nome ele vai ter bem menos 'problemas' do q eu!

Primeiro, pq me chamo AntoniNo, e isso significa ser sempre chamado de ANTÔNIO num primeiro contato pale ... tipo, todo primeiro dia de chamada na escola. Imagine todas as situações possíveis. O engraçado é atendimento por telefone, por aí vc imagina como os funcionários fazem, eles perguntam seu nome, vc fala, "antonino", e com certeza eles anotam em algum lugar, enquanto te antendem... logo logo eles já estão te chamando de Antônio drunken hahahaha muito estranho.

E o apelido "nino" sempre vira Lino, Nilo, Mino - minha mulher, qndo me conheceu, por semanas achou q eu me chamava NICO hudhfalfhaah!!!

Agora, Lino é Lino... A pessoa só vai errar se tiver de sacanagem. tongue



Abraço,


Nino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xamã

avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 04/03/2011
Idade : 53
Localização : Pantanal MS

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Seg Ago 29, 2011 8:24 pm

Marcus Del Mastro escreveu:

Já tá reclinando ele tb? rsss
breve...breve Cool
lembrei de um antigo colega de trabalho, de sobrenome Lino Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ZÖHRER

avatar

Mensagens : 392
Data de inscrição : 23/05/2009
Idade : 50
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Sab Dez 17, 2011 7:44 am

Parabéns Marcus,
só agora vi este post.
Meu primeiro filho vai nascer entre o final de janeiro e inicio de fevereiro de 2012.
Minha esposa e eu queremos parto natural.
A maioria das médicas obstretas parecem não querer acompanhar quem quer parto natural, razão pelo muito tempo de acompanhamento recebendo o mesmo quase que na cesária que é rápido.
Sorte encontrarmos uma que faz sem restrições ou reclamações.
Já ia esquecendo , ele vai se chamar João Pedro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://zohrer.com.br
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Seg Dez 19, 2011 11:20 am

ZÖHRER escreveu:
Parabéns Marcus,
só agora vi este post.
Meu primeiro filho vai nascer entre o final de janeiro e inicio de fevereiro de 2012.
Minha esposa e eu queremos parto natural.
A maioria das médicas obstretas parecem não querer acompanhar quem quer parto natural, razão pelo muito tempo de acompanhamento recebendo o mesmo quase que na cesária que é rápido.
Sorte encontrarmos uma que faz sem restrições ou reclamações.
Já ia esquecendo , ele vai se chamar João Pedro!

Lindo nome (meu primeiro é Pedro...rsss)

Esse mundo do parto é incrível, maravilhoso, mas tem muito profissional sem ética ou conhecimento (não é à toa que temos tanta cesária desnecessária no Brasil)

Ouvi muitos relatos, muitos mesmos, de mães que acreditaram no obstetra e no fim, na hora do parto neguinho diz que seu filho está em sofrimento fetal etc e tal...
por qq coisinha (circular no pescoço, mecônio, bolsa rota, relação bacia encéfalo, ixi é uma lista extensa que abusa de nossa ignorância)

Ainda muitas insistem no parto normal e neguinho diz "então a responsabilidade é sua", aterroriza os pais e, por fim, acaba sendo uma cesária mesmo, quase sempre
desnecessária (até cunharam o termo "desnecesária"...rsss).

Muitas, depois de serem enganadas 1 ou 2 vezes vão atrás de grupos de gestantes voltados ao parto natural e só então conseguem um parto feliz. Mesmo com cesárea
anterior não há problemas.

No fim, para evitar ser engambelado na hora "H", nada melhor que se juntar a um grupo de gestantes especializado em parto natural e humanizado (não sei se vc já acompanha
algum e nem o conhecimento que já tem sobre o assunto, me desculpe se estiver chovendo no molhado).

Além de participar desses grupos, a gente pesquisou muito na internet, relatos de parto e pesquisas científicas sobre o assunto (o Parto Natural faz parte de um
movimento chamado "Medicina Baseada em Evidências) e acompanhávamos diariamente um fórum sobre parto do yahoo (mas aconselho ir numa reunião com num
desses grupos antes).

Aí no Rio tem 2 bastante conhecidos e que fazem um grande trabalho (listados mais abaixo).
e ainda tem a Casa de Parto David Capistrano que só atende gestantes sem cesárea prévia.

Sinceramente, conhecemos muitas pessoas que conseguiram um parto decente "nos 40min do segundo tempo".
Vale a pena, é seguro!

Na Holanda os partos ficam a cargo de parteiras (que são enfermeiras obstetras),
e o default do sistema de saúde é que os partos iniciem na própria casa e só em caso de algum problema
é que ele vão para o Hospital (tem um lista gigante de motivos para se fazer isso...), o que é raro.

A Holanda, por algum tempo conseguiu ter taxas de cesárea abaixo dos 10%.

A taxas de mortalidade em alguns estudos indicam ser as mesmas do parto hospitalar, em outros indicam
serem mais baixas. Porém nascer de parto natural e humanizado é muito mais saudável para mãe, filho,
além de ser lembrado para sempre como um acontecimento emocional lindo e maravilhoso.

Fica a torcida para vcs conseguirem o parto que desejam.
Mas posso dizer uma coisa, aqui no Brasil está bem difícil conseguir um parto normal, quiçá um parto natural.

O conselho mais importante é ir em alguma dessas reuniões (elas não conhecem todos os médicos
do Rio, mas certamente elas conhecem alguns que são de absoluta confiança, tanto médicos como parteiras).

Essas pessoas se dedicam a esse trabalho por idealismo, crença na maternidade e na ciência. São como nós
somos pelas reclinadas: apaixonadas. (ninguém vive disso apesar de se cobrar algum dinheiro pelo serviço)

Abraços e boa sorte!

Grupo de Gestantes e Casais Grávidos
Coordenadora: Fadynha
Encontros: quinzenalmente, às 20h (terça-feira ou quinta-feira)
Endereço: Instituto de Yoga e Terapias Aurora - Praia do Flamengo, 66, Bl. B, Sl. 914/916
Tel.: (21) 2205-1570 / 2556-2455
E-mail: fadynha@institutoaurora.com.br
Site: www.institutoaurora.com.br

Ishtar Espaço para Gestantes
Coordenadores: Ingrid Lotfi, Maíra Libertad e Ana Lúcia Baptista
Encontros: Quinzenalmente aos domingos, de 10hs as 12hs
Local: (Em geral) Rua Prof. Saldanha, 124, Jardim Botânico ou Rua Cinco de Julho, 94, Copacabana.
Tel(s).: 9418-7500
E-mail: ishtar.rio@gmail.com
Site: www.ishtar-rio.blogspot.com

Casa de Parto David Capistrano Filho (atendimento decente pelo SUS)
Av.Pontalina s/n º - Realengo
Tel: (21) 3462-5593 – CEP: 21710-120 – Rio de Janeiro
http://smsdc-casadeparto.blogspot.com/p/quem-somos.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
Marcus Del Mastro

avatar

Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 43
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    Qua Dez 21, 2011 4:05 pm

retirado do perfil de Ricardo Herbert Jones
(médico obstetra, autor de "Memórias de um Homem de Vidro", essencial para se entender o que fazem hoje nos hospitais).

Ele postou uma carta de um colega médico obstetra, que coloca rapidamente o quadro absurdo em que nossas
mulheres são inseridas para ter nossos filhos em mãos (nem sempre parindo, muitas vezes através de um operação de extração.

http://www.facebook.com/ricardoherbertjones/posts/10150424604925766

Desabafo de um colega obstetra

Edson Borges de Souza
Médico Obstetra - Belo Horizonte

Quero, antes de tudo, manifestar meu apoio ao colega Marcos Augusto Bastos Dias, e repudiar a hipocrisia, não apenas do CRM-RJ, mas de todos os CRM's Brasil afora. Nessa disputa envolvendo assistência ao trabalho de parto e nascimento, não existe nenhuma pureza dentro dos conselhos. Os augustos, quase divinos conselheiros - encastelados em sua ética parcial - não estão assim tão interessados nos sujeitos principais do parto: a mulher, o bebê, a família. Estão ali para proteger o poder e os privilégios da categoria que representam - importantíssima, sim, mas nem por isso proprietária da fisiologia humana. Fazem uma balbúrdia quando se trata de compartilhar a assistência com outra categoria - obstetrizes e enfermeiros obstetras - e outros modelos de assistência - ainda que comprovadamente eficazes e seguros em vários outros países do mundo. Mas se calam, ou se acomodam em inúmeras outras situações, flagrantemente ilegais, absurdamente antiéticas, ou explicitamente desumanas...

1) Um médico, obstetra, professor-doutor, tutor de residência (talvez conselheiro em seu estado) que chega no plantão da maternidade, onde mulheres foram ganhar seus bebês, e assim se pronuncia: "Como está o nosso Vietnã? Nossa Faixa de Gaza!!" Porque ele vai para o plantão como quem vai para uma guerra; as parturientes e seus familiares são o inimigo a ser vencido; ele está ali para matar ou morrer; para arrancar sangue; para dominar, para impor seu ponto de vista. Sua postura e suas condutas frente às mulheres, no decorrer do dia, são um desdobramento de seu "carinhoso" bom dia. Nossas maternidades estão abarrotadas de profissionais desse tipo, que vão trabalhar sem gostar do que fazem, e que descontam suas raivas nas mulheres que vão lá parir. O que os CRM's fizeram daquele estudo que mostra que cerca de 25% das mulheres são violentadas dentro das maternidades, na hora do parto? O que tem feito nossos CRM's, tão "preocupados" com a ética, contra médicos obstetras, anestesistas, pediatras (não todos, claro, mas muitos, muitos!!), que sistematicamente agridem mulheres nas mesas de cirurgia - principalmente quando são negras, obesas e pobres? Tem levantado a voz, pelo menos? Alguém foi punido, por isso? Ou isso é tão inerente à prática, que não vale a pena discutir?

2) E as cesarianas eletivas com 37 e 38 semanas, nas melhores maternidades do país - naquelas com imensos saguões de granito e manobrista? O que tem sido feito com esses profissionais, geralmente gente muito fina! Profissionais muito conceituados em suas cidades e seus estados! o que tem sido feito com os profissionais que indicam e executam essas cesarianas? não sei de onde sai tanta indicação: o líquido secou, o nenê não estava respirando, o cordão estava enrolado no pescoço, o nenê era muito grande, HbsAg +, estreptococo B positivo (essa é de rir - ou chorar!). Porque a mentira foi normalizada em nossos pré-natais. A mentira e a arte de aterrorizar. Há uns meses, minha irmã me ligou de Maceió, onde mora, desesperada. Estava com 39 semanas de gestação, já tivera um parto normal anterior e aguardava tranquilamente o trabalho de parto. Mas "inventou" de fazer um ultra-som; a ultrassonografista falou que tinha que ser cesariana porque o cordão estava enrolado no pescoço. Falei para ela que ficasse tranquila; quatro dias depois nasceu o bebê, com uma circular de cordão, em perfeitas condições. Quantas outras mulheres não tiveram a sorte de ter quem as tranquilizasse? e quantas outras "excelentes" ultrassonografistas, pelo Brasil afora, não fazem outras tantas brilhantes indicações como esta? Isso não configura um quadro de imperícia? Isso não é antiético? O que os CRM's tem feito nestas situações? Alguém foi chamado, pelo menos para uma advertência? E quando algum desses bebês afoitamente retirado com 37 semanas (porque o fim de semana, ou o feriado prolongado estava próximo, ou porque havia um risco iminente de nascimento por parto normal), por "azar", teve uma membrana hialina, ou uma taquipnéia mais severa, e teve que ir para uma UTI neonatal, e teve que ficar entubado lá, um ou dois dias, alguém questionou a conduta desse profissional de condutas tão ilibadas? Será que os diretores clínicos das nossas maternidades privadas investigam esses casos? No final, mãe e bebê e família retornam muito felizes para suas casas... Intercorrências benignas, não é!Ainda agradecem o profissional, que "salvou" o bebê. É verdade que, às vezes não dá prá salvar... Os CRM investigam isso? Ou isso também é intercorrência benigna?

3) Existe maternidade pública no Brasil, onde o médico plantonista não avalia puérpera na enfermaria, porque na enfermaria não tem ar condicionado - ninguém merece aquele calor, né gente!. Levem os prontuários para eles, no conforto médico, onde o ar condicionado mantém uma temperatura civilizada - 18-20 graus, né gente! Por outro lado, ar condicionado de bloco cirúrgico-obstétrico tem que ser 16 graus, né gente! Para vestir capote cirúrgico, tem que abaixar a temperatura. "Senão, não dá para trabalhar!" A paciente (mãezinha, ou filhinha), de camisola, ou despida, que se vire! Ninguém pergunta se a temperatura está adequada para ela. Alguém se preocupa com isso? Ah! sim, claro, o pediatra, quando que o bebê nasce...

4) E as cesarianas para ligadura!! A lei do planejamento familiar já está bem velhinha! Mas até hoje tem mulher com dois ou três partos normais que entra na maternidade às 9:00 e às 10:30 é levada para o bloco cirúrgico para uma cesariana de urgência por sofrimento fetal agudo (com BCF de 140), ou distócia (distócia? teve tempo de ter distócia?), e na cesariana "ganha" a ligadura... Ou entra na maternidade com diagnóstico de pré-eclâmpsia (com PA de 150/100) e é encaminhada direto para o bloco, para cesariana de urgência + ligadura. Curiosamente, todas as outras medidas de PA situam-se em torno de 100/70; mais curioso ainda, a única medida anormal foi a medida da admissão, tomada pelo médico; curiosíssimo: talvez ele nem tenham colocado o esfigmomanômetro no braço da gestante... Como é mesmo o nome disso? Não entendo muito de lei! Falsidade ideológica? Será que cabe aqui? A Lei de Planejamento Familiar estabelece algumas penas... Tem algum CRM no Brasil preocupado com essa prática? Comuníssima ainda nos grotões... Claro, ainda tem o cachê do médico: mil reais prá fazer a ligadura...

5) E os "esquemas" de plantão? Tem três pediatras de plantão. Na prática, só tem um, porque eles rodam. "Tem que contratar mais pediatra" fala uma pediatra absolutamente sobrecarregada, "porque não estou dando conta do serviço!". Os outros dois estão nos seus consultórios... "Não dá para fazer analgesia peridural nas pacientes em trabalho de parto, porque não tem gente suficiente" fala o anestesista de plantão. O outro anestesista, também de plantão, não está... (onde está?). E assim, por diante... Cadê os CRMs?? Cadê os nobres conselheiros?

6) "Período de dilatação, prá mim, dura 6 horas; período expulsivo, 30 minutos. Mais que isso, é cesariana" Ou Kristeller. Porque, depois que vai para a litotomia, tem que nascer em 15 minutos.

“Isso! Cuidado mãe! (ela subindo na litotomia) Vamo buta o pezinho aqui mãe, pro menino nascer rápido! Força para o menino sair taqui. Mãe, presta atenção, tá fazendo errado. Peraí!! Puxa isso aqui. Vamo butá o campo. Vai nascer! Agora mãe, quando vier a dor, é prá você ajudá. Puxa, tá certo, na hora da dor. Puxa.! Tá descendo? Força, confiança. Fecha a boca. Vai mãe vamo, vamo vai vai vai mãezinha, vai, vai. Ela tá muito desesperada (não aguento) Oh m~e, presta atenção. Vc tá com desespero, mas sem necessidade (mas dói demais) (eu tô tentando). Aquela hora achei que ia nascer lá (gemidos). Bota o pezinho, isso. Ajuda mãe! Ajuda aí. Vai força, vai força, puxa o ferro. Vai mãe, vai mãe, espreme, tá vindo, tá nascendo. Vá mãe, vá, VAI. Força!!! (oh gente!) (tá dando agonia) Presta atenção, mãe, presta atenção, vamo lá (Oh meu deus) Desça o bumbum, desça, desça mais. Vá mãezinha, isso! Muito bem (Ah meu deus). Desce na contração, sobe. (Oh gente!) (OH senhor) Tá chegando, vamo mãe, bota o pezinho prá cima e puxa o ferro, vamo vai va va va maezinha, empurra o pé. Vá mãe vá. É que as contrações dela são poucas. (doi demais gente) Força, vá, força, va (grito). (gente!) respira, puxa o ar pelo nariz (não aguento mais não). (meu pai!) (não não) Empurra, vá vai nascer. Vamos vamos (grito) Você tá segurando. Não mae tenha calma, deixa descer mais. Força Raimunda, vá. Vamos raimunda. Não devagar, de uma vez só. Sobe ela. Tô dexando rodar. Nasceu pronto. Respire mamãe. Nasceu! pronto"

Essa gritaria toda durou quinze minutos. De fato nasceu. Tinha que nascer em 15 minutos? O BCF estava ótimo e a parturiente tinha dois partos normais prévios. Essa é a assistência padrão de período expulsivo no país inteiro.

E o que os CRM's fazem, então com esse bullying sistemático nos períodos expulsivos das mulheres brasileiras (na hora de fazer você não gritou assim), com essa gritaria (parece que estamos tocando vaca!), com esse estímulo irracional ao puxo dirigido (Será que ninguém nunca viu o que o Caldeiro-Barcia já havia mostrado em 1979?), com essas multidões penduradas nos períneos das mulheres (Força, mãezinha!)? Claro que os CRM's não fazem nada...
A fazer algo, teriam que reconhecer que MÉDICO(a) OBSTETRA NÃO SABE ASSISTIR UM PARTO NORMAL EUTÓCICO. Mas isso é demais... Porque na sequencia teriam que reconhecer que outros profissionais - não médicos, e uns poucos médicos - sabem o que eles não sabem; e que tem muito a aprender com esses outros. E que talvez as CASAS DE PARTO possam ser locais mais adequados para o nascimento, e que a obstetriz e o enfermeiro obstetra, são tão capazes quanto eles na assistência ao parto. E isso eles não parecem dispostos a fazer.

Isso é um desbafo, absolutamente pessoal...

Edson Borges de Souza
Médico Obstetra - Belo Horizonte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Lino Nasceu (e não é minha recli)    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Lino Nasceu (e não é minha recli)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vendo parte da minha coleção
» Mais alguns kits da minha coleção.
» A minha chegada...
» A Minha Colecção - Ruben
» Vendo Minha coleção!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Off-topic-
Ir para: