InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Sab Dez 10, 2011 6:37 pm

Bem, eu ia postar no tópico anterior, mas como lá já tem muitas fotos e vídeos, e posts muito grandes q escrevi, achei mais organizado abrir novo tópico.

Aproveitei uma ida minha à sampa (pra tratar de assuntos ciclísticos) pra dar um novo pulo em Araçoiaba da Serra, e desta vez consegui levar nosso companheiro Marcus del Mastro! cheers

OPS, peraí... na verdade ele q me levou Razz . Contei pra ele da minha ida, e ele foi me buscar na rodoviária de Sorocaba.

Chegamos na casa do Davilson entre 10 e 11 da matina. Depois de um cafezinho e boa prosa, já rumamos pra Bat Caverna e conhecemos as bikes q estavam ali montadas ou quase montadas. Desta vez, tinha pronta uma explorer rígida 16/20, o protótipo da low racer FWD MBB, o quadro do protótipo da low racer FWD dobrável e um novo protótipo mas que já é um exemplar definitivo de um novo modelo da solyom, a Bless!

Esquecemos de tirar uma foto dentro da bat-caverna, mas aqui temos a nossa chegada dpois de um pedal molhado:



Aí o Marcus tá de Bless, eu estou na explorer 16/20 e o Davilson na low fwd dobrável (ou q pretende ser dobrável, a geometria ainda não foi definida)

O Marcus, até então virgem nas reclinadas, nos surpreendeu saindo pedalando sem vacilar! Taí amostras da tranquilidade do rapaz, mesmo sendo ferozmente perseguido pela high-racer infantil do Alê!





Eu gostei bastante dessa Bless, aliás foi graças a ela q não passei mais vergonha, pq na MBB eu mal consegui pedalar por alguns metros Sad ! Nas fotos eu estou sempre tentando entrar em movimento tongue !





Essa aí de cima é o grid de largada de uma de nossas corridas Basketball ! Sempre perdemos pras crianças bounce !! Aliás, elas pedalam qualquer bike q se oferece, esteja ela grande, pequena, com assento sem ajustar, com pneu furado albino ...



Peraí! Consegui pedalar a MBB sim e tenho provas! Taí, não tem nenhum pé ou mão no chão Cool !



Umas amostras da minha pedaladinha de Bless, com a chuva sempre nos seguindo:




Em algum momento no meio disso tudo, o Davilson nos ofereceu um almoço num lugar super bacana, com muito verde, o Apiário Morada do Sol (onde o Marcus disse tomar, às vezes, café da manhã, no meio de alguns pedais:



Abaixo, já estávamos saciados farao !



Enfim, foi outro dia pra lá de bacana e só tenho q agradecer a receptividade do Davilson e da Simone, e a disponibilidade do Marcus em ir comigo (e me levar!). Pena q é tudo tão longe, se não eu ia aparecer direto!

Posto maiores impressões sobre as bikes na medida q surgirem questionamentos - ou, se um de nós quiser comentar espontaneamente, q fiquemos à vontade!

Abraços,


Nino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Sab Dez 10, 2011 8:24 pm

Essa Bless seria a primeira Solyom com quadro triangulado?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Dom Dez 11, 2011 5:33 pm

Mordaz escreveu:
Essa Bless seria a primeira Solyom com quadro triangulado?
Acredito q sim. O Davilson me contou q essa bike é o resultado de uma busca por um modelo que seja o 'principal' da marca, que ele consiga produzir, claro, e que não seja um grande mistério para o reclineiro iniciante.

Da primeira vez q tinha ido lá, em julho, ele já estava com essa preocupação (aliás, deve ter essa preocupação há bem mais tempo!) e comentou que, tipo, qndo um cliente buscava uma reclinada já pensando numa coisa mais no estereótipo de recumbent mesmo, fatalmente caía pra Fox ou pra high-racer... já qndo o cara estava mais 'em cima do muro' e não almejava ou arriscaria uma mudança tão radical, ia de Explorer. Óbvio q não é q as LWB não sejam legítimas reclinadas e claro q isso é simplificando bastante a história, mas acho q dá pra entender.

Acho q não 'assusta' ninguém sentar numa Explorer, numa EXD, numa Tour Easy, e dar as primeiras pedaladas. Já sentar numa Street Machine ou numa Carbent já é bem diferente (o q não significa q seja impossível, mas a maioria das pessoas deve achar meio impraticável), e o cliente q está iniciando, em geral, faz a escolha sem ter oportunidade de realizar os desejados test-drives.

Comentei pro Davilson por e-mail q, qndo vejo uma reclinada e penso nela pra mim, resumo minhas preocupações em duas:

a) uso urbano (pq não pretendo escapar disso e não estão nos planos bikes pra velódromo ou pra andar no meio do mato)
b) subidas!

Olhando essa Bless, ela me "compra" nesses quesitos. Pro uso urbano, well, ela é bem curtinha (108cm de entre-eixos, menor q a minha de bambu e mais ou menos na medida ou até menor que muitas MTBs por aí), o guidão esquilo, além de bem manobrável, te permite circular no meio dos veículos (faço isso sem grandes problemas com a de bambu e tinha mais dificuldade com a explorer e acredito q terei menos facilidade com a fox), ela é suficientemente alta pro camarada se sentir seguro e visível no trânsito (sem ser muito alta a ponto de prejudicar o colocar dos pés no chão, a não ser q a pessoa seja mini), o assento não é excessivamente reclinado a ponto de prejudicar visibilidade ou comunicabilidade. Quanto às subidas, imagino q o quadro treliçado seja respeitosamente rígido, e novamente o assento não muito deitado coopera pra ser uma boa pedida pras escaladas.

Enfim, se não existisse a Fox, eu iria de Bless! santa Acho q ela fica boa como commuter, como touring, como passeio e pq não pra treinos e audaxes também? Basta configurá-la da maneira q o indivíduo achar mais adequado.

Apesar de que, pensando bem, acho q a escolha é sempre uma decisão muito pessoal e, provavelmente, visual. Tlvz qualquer bicicleta pode ser tida como ótima pra isso tudo, dependendo do camarada. Até uma velokraft pode ser uma ótima commuter - não pra todos, mas pra alguém com trajetos e necessidades bem específicas, com certeza.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
arakawa



Mensagens : 22
Data de inscrição : 31/10/2011
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Dom Dez 11, 2011 8:52 pm

Muito legal este post e foi graças ao anterior que eu comprei uma fox Very Happy
Estou muito satisfeito com a bicicleta, mas uma coisa que faz falta e que pelo jeito essa Bless tem, é um lugar para passar uma trava pelo quadro. Aqui em sp, tirou os olhos da bicicleta, ela some... Sad

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcus Del Mastro



Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 42
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Dom Dez 11, 2011 10:09 pm

Putz foi excelente, adorei demais.

Só tenho que agradecer muito o Nino, o Davilson, a Simone e as crianças maravilhosas que há naquela casa tão acolhedora.

Tem muita coisa para falar, mas preciso dormir, acabo de voltar de viagem,
passei o fim de semana numa Ong no meio da Juréia no Vale do Ribeira...

Fim de semana foi intenso, desde a sexta até domingo.

estou acabado...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 12, 2011 2:00 pm

arakawa escreveu:
Muito legal este post e foi graças ao anterior que eu comprei uma fox Very Happy
Estou muito satisfeito com a bicicleta, mas uma coisa que faz falta e que pelo jeito essa Bless tem, é um lugar para passar uma trava pelo quadro. Aqui em sp, tirou os olhos da bicicleta, ela some... Sad
Que massa, arakawa! Imagino q sua Fox deve ser esta azulzinha do site, não? Acho ela uma das mais bonitas! Cool

Vc usa ela em São Paulo no dia-a-dia? Ou, mesmo que não seja no dia-a-dia, usa-a nas ruas? Tenho curiosidade pra conhecer a rotina de ciclistas reclineiros paulistanos, q parecem nem existir. Eu acho pedalar em São Paulo o MÁXIMO do ciclismo urbano possível; num ponto acima disso, seria pedalar na chuva em são paulo! Foi o que fiz quinta-feira passada, um dia antes de ir pra Araçoiaba. Foi um rolezinho pela zona norte, bem massa, devidamente interrompido pela chuvarada. Tive que voltar ao busão... Mad

Aliás, minha estreia na reclinada de bambu foi justamente nas ruas de são paulo, e não foi pouco, não, no mínimo uns 30 km. Também estreei minha dobrável aro 16 por lá, acho q essa foi até mais, perto de 60 km. Ainda pretendo voltar lá outras vezes, fico empolgadíssimo com a ideia de desbravar aquele ambiente tão carrocêntrico, com uma bike tão pouco convencional. Por sinal, de bike "comum" a gente também fica pouco convencional naquela paisagem urbana, mesmo já tendo tantos ciclistas pelas ruas.

Descobri nessa viagem q o Marcus, na sua juventude (não tão longe assim, né Laughing ), também foi ciclista urbano que cortava são paulo inteira e suas longas avenidas. Massa! Basketball

Qndo eu morava aí, só usava a bike pra ir à USP pra almoçar no bandejão nos finais de semana, qndo é um saco ficar esperando o circular. Eu sofria um pouco, pois não tinha tanto preparo muito menos experiência, nem tinha uma bike lá muito boa, mas me atendia.

Marcus Del Mastro escreveu:
Putz foi excelente, adorei demais.

Só tenho que agradecer muito o Nino, o Davilson, a Simone e as crianças maravilhosas que há naquela casa tão acolhedora.

Tem muita coisa para falar, mas preciso dormir, acabo de voltar de viagem,
passei o fim de semana numa Ong no meio da Juréia no Vale do Ribeira...

Fim de semana foi intenso, desde a sexta até domingo.

estou acabado...

Nem faço ideia do seu cansaço, pois meu fim de semana se resumiu a apenas quinta e sexta, com o sábado e domingo ficando pregado dentro de casa! Tudo bem q minha quinta-feira foi INSANA - além de ter pedalado um pouco, peguei muita condução, nó, gastei quase 40 reais só de bilhete único... por aí vcs imaginam qntos metrôs e busões eu peguei. Mas tb fiquei morto com as noites mal dormidas dentro dos ônibus entre BH e Sampa... quebra qualquer um.

*** *** ***

Só pra completar o pensamento meu do último post, sobre a escolha de bike ser às vezes mais pessoal do que técnica (foi isso que quis dizer, sem ter dito claramente): escrevi agora há pouco um mail pro Davilson e nele consegui esclarecer a questão até mesmo pra mim. Um dos motivos de eu gostar bastante da Fox e querer ter uma, e q é o motivo de eu achá-la deveras simpática, é que ela, entre outras coisas, parece um brinquedinho, uma coisa assim muito pitoresca pra circular pelas ruas, lugar de veículos que são super máquinas... mesmo nossas bicicletas urbanas, poxa, pelo menos a minha do dia-a-dia, às vezes trato-a também como se fosse minha Pajero, meu Cherokee... e acho legal mudar a abordagem, surpreender o ambiente competitivo com algo fora dos padrões.

Claro q a referida bicicleta tem uma série de prós técnicos, como o comprimento reduzidíssimo, as respostas rápidas, a manobrabilidade, o conforto e tal, mas TALVEZ, se eu fosse olhar menos cegamente e mais objetivamente, a reclinada brasileira ideal pro meu uso pudesse ser a Bless, mesmo, q também é um design q muito me agrada, lembrando a Rans V-Rex (com guidão diferente), e bem mais de longe a Lightning P-38, q é considerada uma "capeta" na subidas, q é tudo q me interessa. Como a Bless é um pouquinho mais longa, isso tb faz com q ela seja naturalmente mais estável (mesmo eu achando a fox bem estável) e confortável, e o guidão estreito facilita o lance q falei de circular entre os carros, e ainda deixa minhas mãos mais protegidas (pra passar entre os carros com o guidão USS da fox sei q há q se tomar muito cuidado). Outro ponto a favor da Bless é q, mesmo sendo maior q a Fox, ela é mais facilmente manobrável dentro de casa, passando por portas, por causa tb do guidão mais estreito, por causa da propriedade telescópica e ajustável e pq o guidão por baixo da fox, mesmo sendo um guidão normal de bicicleta, fica no meio da bicicleta o q causa algum inconveniente pra passar por lugares estreitos em curvas.

O guidão esquilo da bless (com a propriedade de ajustar a posição) tb facilita o entrar e sair da bike, em comparação com o guidão por baixo, e também facilita na hora de empurrar a bike ladeira acima (coisa q gente nunca faz numa cicloviagem carregado de bagagem, certo? clown )

Mas mesmo com tudo isso (e escrevi tudo isso pra que eu mesmo me ajudasse a pensar, pois "ler" tecnicamente essa nova bike da Solyom me deixou ligeiramente indeciso, mas não a ponto de mudar de escolha) fico com a Fox pelos pontos positivos dela e por esse lance do apelo visual q comentei antes, de parecer essa coisa divertida, é o mesmo motivo pelo qual gosto de boa parte das Azub, de quase todas as Toxy, da Streetmachine, da Grasshopper; ah, acho q essa bichinha aqui resumiria minhas necessidades de voltar à infância, pedalando por aí!! cherry Motivo semelhante tb me faz amar a minha Berimbosa.

PS 1: em relação a esse lance da azub lego: hoje fui comprar tinta spray pra pintar de preto o bagageiro de uma nova bike, q deve sair da oficina hoje... quase saí da loja com uma latinha de spray verde!!! jocolor Sorte q o juízo falou mais alto What a Face

PS 2: mesmo reclinada sendo uma coisa tão recente pra mim, ainda assim cada modelo de recumbent (tem muito ciclista q conheço pessoalmente, q fala recumbent em vez de reclinada) carrega consigo, qndo eu vejo, uma série de simbolismos, como se constituisse uma memória afetiva... Assim, as LWB pra mim sempre me dão ideia de Easy Rider, de chopper, de coisa meio americanizada, rota 66, essas coisas... Enquanto as SWB com USS se referem não só a essa coisa de "brinquedo" q comentei, mas me lembra essas viagens de volta ao mundo de reclinada, especialmente as de StreetMachine q tem um apelo muito forte pra mim, acho massa pra caramba e é uma ideia q dá vontade de comprar, de sentar em cima duma bike assim q carrega todos esses significados... well, hoje estou muito "mim"... preciso parar de falar de mim!

Abraços,


Nino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
OJM



Mensagens : 143
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 43
Localização : Maringá - PR

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 12, 2011 4:26 pm

Olha os caras virando figurinhas fáceis na Solyom! Hehehe...

A Seriema e eu ainda estou devendo uma visita ao Davilson. Mas um dia iremos lá, com certeza.

Parabéns pela Bless Davilson.

Abraço à todos

Odair
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.ojmarques.blogspot.com
SOLYOM



Mensagens : 103
Data de inscrição : 01/06/2010
Idade : 45
Localização : Araçoiaba da Serra - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 12, 2011 9:41 pm

Obrigado Odair!

O convite permanece.

Foi muito legal a visita desses caras, deram uma baita canseira (na noite anterior fui dormir às 2 e acordei as 6. Depois, à noite em frente à tv, a Simone falava alguma coisa comigo (preciso me lembrar...), e simplesmente dormí, Sleep kkk). Mas foi muuuuito bom (a visita e o sono, rs).

Fico imaginando como será um encontrão de reclineiros heim.
Aliás o pessoal da Zohrer do Rio, e também a turma de POA, fazem esses passeios reclineiros à decadas. Deve ser d+

Mais uma vez obrigado Nino e Marcus.

Abraços à todos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.solyombikes.com
Marcus Del Mastro



Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 42
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 12, 2011 11:07 pm

Bem vamos lá, vou no estilo Nino, ...rsss

Relato de "parto":

Quem acompanha o fórum sabe que eu NUNCA tinha andado de reclinada,
sendo assim, eu sou maior abelhudo do fórum... rsss.
(é muita cara de pau, escrever tanto assim no fórum sem ter uma experiência na coisa)

Bem, na sexta passad, eu perdi a virgindade... I love you
(sem conotações sexuais, por favor cyclops )
Andei pela primeira vez numa reclinada,... quer dizer, em 4 reclinadas diferentes
(poderia ser 5, não andei na do Alexandre...rsss)

Eu parecia uma criança andando pela primeira vez de bicicleta.
Sorriso de fora a fora, sensação indescritível, deitadão, ô dilícia!!!
(Se bem que na primeira vez que andei de bike com 5anos, eu estava morrendo de medo e não aproveitei)


Não consegui me conter e ficava tirando corridinhas com o Alexandre principalmente,
o Nino também participava, assim como a Nicole, porém mais raramente.

Acho que até fui bem pela primeira vez que andei numa reclinada,
Pensava que ia ser mais difícil e que o Nino ia ficar filmando as barbeiragens e
rolando de rir... clown
(Nino é gentleman... não fez piada alguma)

Apanhei para fazer as curvas,
No começo, eu só conseguia fazer curvas muuuuuito abertas
(e acabava tendo que parar e manobrar a bike com os pés no chão).

Depois lembrei que podia inclinar a bike para fazer curvas (ora que pequeno detalhe),
melhorou muito, porém não tinha precisão alguma nem nas curvas,
fui ficando mais ousado, aí deu medo de cair e quebrar alguma coisa, então
segurei os ânimos, ainda mais quando começou a chuviscar no gramado.

Então comecei a tentar andar passando pelos "golzinhos" que tinham pelo quintal,
comemorava cada um que eu marcava...rsss

Um outro problema, que foi sumindo aos poucos, é que eu tentava torcer o guidão
para fazer curvas, como nas bikes convencionais, eu empurrava a barra e ao mesmo
tempo forçava a girar o quidão desnecessariamente.

Depois de andar um pouco com a Bless, fui tentar a sorte com Low MBB (movimento central oscilante(?)).

(eu ao fundo tentando fazer a curva com a Bless, o Nino com a Low MBB mais a frente e o Alexandre no 1,2,3 e Já)

Quem acompanha o fórum, sabe que eu sou um dos descrentes deste tipo de bike, sempre achei
que é uma arquitetura que não tem desempenho e é confusa de pedalar.

O Davilson e o Nino olharam descrentes (o Davilson parece ter ficado até preocupado,...rsss).

Bem fui lá, fiquei eufórico novamente, principalmente pela sensação de pedalar numa low, incrível.
Foi paixão a primeira pedalada. Porém o MBB é realmente uma "desgraceira". É um perrengue.

Na descidinha, até que foi ok, mas na subidinha deu trabalho...
Foram várias tentativas até que botei na cabeça de comandar os braços
alternados com as pernas.

Para quem quer trabalhar braços e pernas, uma beleza.
É musculação pura!

Enfim, consegui controlar mais ou menos a bicha.
Consegui pedalar de volta na subidinha...

Continuo acreditando que essas bikes precisam ter um ângulo de caixa de direção
bem oblíquo para reduzir o efeito do empurra-puxa dos pedais na direção.
Olha que o Davilson inclinou bem a caixa...

Depois fizemos um mini tour (em que caiu um chuva danada) e deu para experimentar a
Low FWD (tração dianteira), a Explorer e novamente a Bless.

LOW FWD

Demais a Low FWD (tração dianteira com o movimento central fixo).

Essa solução na tração dianteira sempre tive o pé atrás,
sempre tive dúvidas quanto a torção da corrente, mas
o Davilson fez um trabalho incrível:
pareceu-me super seguro, com som macio e bem azeitado, mesmo fazendo
curvas mais fechadas. Esta bike do Davilson tirou meus fantasmas, adorei.

Tudo bem que fiquei no primeiro subidão.

Explorer LWB da Nicole

Como se sabe, a Explorer é um modelo sempre em evolução, acho que esse é um dos primeiros.
Achei a Explorer bem macia, bem passeio, não é muito a minha cara, parece um Landau.
Da para sentir o quadro trabalhando, não precisa de suspa...

Bless SWB de novo

A Bless achei (só consegui subir com ela o outro subidão) muito bem balanceada, a posição
não é extrema como a low e nem tão suave com a Explorer, tem um quadro bem rígido e
tem a suspensão dianteira, dá uma sensação boa de pedalar, responde bem e de forma
consistente (acho que se deve ao quadro triangulado, sem suspa atrás),
parece bem bacana para o dia-a-dia, uma posição boa para ver o trânsito e...
para se desvincilhar do cachorros jocolor

Ainda tem uma coisa que gostei muito, tem o guidão rebatível e com isso dá para fazer curvas
bem fechadas sem interferências com os joelhos ao pedalar (é só erguer bem o guidão enquanto
pedala e virar como uma bicicleta convencional).

Acho que estou falando demais para quem andou tão pouco... e que ainda não consegue se manter
em linha reta...(falei demais no dia também, acho que por isso que a gente andou tão pouco...)


PS: Nino, a sua blusa verde ficou no carro. Pensei em deixar com o Davilson para ele enviar junto com a bike. Que acha?
PS2: Davilson obrigado pela hospitalidade de vocês todos, além de toda a simpatia, a gente comeu um bocado, tô devendo.
PS3: O café, o bolo, o almoço, o café, o bolo, o pão... hummmm estava excelente, desculpa a falta de educação de sair como cachorro magro...
PS4: O Nino tá pedalando um bocado, subiu todas as pirambas com as mãos nas costas, até fingiu arfar só para não fazer farol....rsss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
arakawa



Mensagens : 22
Data de inscrição : 31/10/2011
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Ter Dez 13, 2011 7:01 am

ninocoutinho escreveu:
arakawa escreveu:
Muito legal este post e foi graças ao anterior que eu comprei uma fox Very Happy
Estou muito satisfeito com a bicicleta, mas uma coisa que faz falta e que pelo jeito essa Bless tem, é um lugar para passar uma trava pelo quadro. Aqui em sp, tirou os olhos da bicicleta, ela some... Sad
Que massa, arakawa! Imagino q sua Fox deve ser esta azulzinha do site, não? Acho ela uma das mais bonitas! Cool

Vc usa ela em São Paulo no dia-a-dia? Ou, mesmo que não seja no dia-a-dia, usa-a nas ruas? Tenho curiosidade pra conhecer a rotina de ciclistas reclineiros paulistanos, q parecem nem existir. Eu acho pedalar em São Paulo o MÁXIMO do ciclismo urbano possível; num ponto acima disso, seria pedalar na chuva em são paulo! Foi o que fiz quinta-feira passada, um dia antes de ir pra Araçoiaba. Foi um rolezinho pela zona norte, bem massa, devidamente interrompido pela chuvarada. Tive que voltar ao busão... Mad

Aliás, minha estreia na reclinada de bambu foi justamente nas ruas de são paulo, e não foi pouco, não, no mínimo uns 30 km. Também estreei minha dobrável aro 16 por lá, acho q essa foi até mais, perto de 60 km. Ainda pretendo voltar lá outras vezes, fico empolgadíssimo com a ideia de desbravar aquele ambiente tão carrocêntrico, com uma bike tão pouco convencional. Por sinal, de bike "comum" a gente também fica pouco convencional naquela paisagem urbana, mesmo já tendo tantos ciclistas pelas ruas.

Descobri nessa viagem q o Marcus, na sua juventude (não tão longe assim, né Laughing ), também foi ciclista urbano que cortava são paulo inteira e suas longas avenidas. Massa! Basketball

Qndo eu morava aí, só usava a bike pra ir à USP pra almoçar no bandejão nos finais de semana, qndo é um saco ficar esperando o circular. Eu sofria um pouco, pois não tinha tanto preparo muito menos experiência, nem tinha uma bike lá muito boa, mas me atendia.

É essa mesma. Eu já tentei andar na rua aqui, pela região do itaim e por fora do ibirapuera, mas não é brincadeira pra principiante. As ruas são muito irregulares e tem muito carro grande na rua.
Ultimamente, estou andando só na ciclovia do ibirapuera e na ciclofaixa de domingo. Eu queria usar pra ir trabalhar, mas não tenho onde deixar a bicicleta lá.

Mais 1 foto dela:







Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Qua Dez 14, 2011 9:10 am

Ótimo o relato da sua "primeira vez", Marcus! Vc ainda é um sortudo: sua primeira vez foi uma verdadeira ORGIA!! cherry

Tem gente q vive, vive, e não tem a experiência de uma orgia!!! Twisted Evil

Então, fiquei mais triste ainda com meu desempenho na MBB, qndo te vi andando nela No . Ah, mas seria só me dar mais alguns minutinhos q eu pegava o jeito, também tongue !

O Davilson e eu ficamos contentes com a sua naturalidade pra sair pedalando; ele deve ter gostado até mais do que eu.

Não se preocupa muito com a blusa, não. Se vc for lá do Davilson qualquer dia desses (pra ele te ajudar nos seus planos de tentar dominar o mundo farao ), pode deixar lá, pq eu realmente ou planejo voltar, ou a bike virá pra mim aí realmente não custa nada botar no pacote, mas se vc não for pintar por lá, não se preocupe, pois custa tempo e gasolina, e não queremos isso! A não ser q vc for pedalando, ou de pocket-car drunken !

arakawa escreveu:
Eu já tentei andar na rua aqui, pela região do itaim e por fora do ibirapuera, mas não é brincadeira pra principiante. As ruas são muito irregulares e tem muito carro grande na rua.
Ultimamente, estou andando só na ciclovia do ibirapuera e na ciclofaixa de domingo. Eu queria usar pra ir trabalhar, mas não tenho onde deixar a bicicleta lá.
Hum, é uma boa forma de vc ir se acostumando. Nunca andei na ciclofaixa de domingo, apenas pela rota dela, algumas horas antes de ela abrir (a CET coloca os cones ainda de madrugada).

Aos poucos vc pode ir se sentindo mais confiante pra fazer algumas rotas urbanas. É bom começar com pequenos objetivos, tipo ir na casa de alguém fazer uma visita (q vc saiba q terá um lugar pra encostar a bike), ir num comércio (padaria, farmácia, vendinha) q vc saiba q dá pra deixar a bike rapidamente com segurança... aí, qndo a bike já está inserida no cotidiano, não tem mais jeito, não há trânsito ou chuva que segure, nem a falta de lugar pra estacionar. Tem situações q parecem incontornáveis, mas na necessidade, ou falta de alternativa, dá-se um jeito!

Mas sei q a região em q vc mora, apesar do parque, é uma das mais carrocêntricas: a) muito prédio b) sem metrô c) apenas trem e os corredores de busão e d) gente com grana. Se naõ me engano é um dos locais com mais carro per capita, ou por m2, de sp. De bike vc vira um ser estranhíssimo e sempre em risco. Porém, qnto mais bike nas ruas, melhor nossa situação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rocca



Mensagens : 57
Data de inscrição : 21/03/2011
Idade : 52
Localização : São José do Rio Preto - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Qui Dez 15, 2011 2:57 pm

Nino e Marcus, parabéns pela visita ao "Quartel General da Solyom"!!! Fiquei morendo de inveja, mas ao mesmo tempo feliz em ver novas reclinadas saindo do "forno".
Vcs poderiam me dizer se o quadro da Bless é de alumínio?
Como vcs já sabem devido ao meu problema de coluna estou à procura de uma reclinada Full Suspension tal qual a Savana da Solyom. Não vi relato de terem andado nela, será que se esqueceram de registrar??
Um dia ainda faço essa visita tb, pois o Davilson sempre foi muito atencioso comigo, respondendo a todos os meus questionamentos e o que eu sei de reclinada hoje devo a ele e a este forum e seus integrantes!
Abraços a todos!
Rocca
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcus Del Mastro



Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 42
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Qui Dez 15, 2011 3:29 pm

Rocca,

Acho melhor perguntar ao Davilson mesmo, acredito que sejam
todas em aço.

Nós andamos em 4 bikes diferentes. Nenhuma era a Savana.
Penso que são protótipos com chances de virar bikes de linha.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
Rocca



Mensagens : 57
Data de inscrição : 21/03/2011
Idade : 52
Localização : São José do Rio Preto - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Qui Dez 15, 2011 3:45 pm

[quote="Marcus Del Mastro"]Rocca,

Acho melhor perguntar ao Davilson mesmo, acredito que sejam
todas em aço.

Nós andamos em 4 bikes diferentes. Nenhuma era a Savana.
Penso que são protótipos com chances de virar bikes de linha.


Obrigado Marcus.
Fica o convite então para o Davilson falar um pouco sobre os novos protótipos e a Savana.
Abçs
Rocca
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho



Mensagens : 1199
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Sex Dez 16, 2011 3:52 pm

Rocca escreveu:
Como vcs já sabem devido ao meu problema de coluna estou à procura de uma reclinada Full Suspension tal qual a Savana da Solyom. Não vi relato de terem andado nela, será que se esqueceram de registrar??
Rocca, é isso q o Marcus falou mesmo, ela (a Bless) é de aço, como todas as outras. Quanto à Savana, não tinha nenhuma lá, na verdade o Davilson só costuma ter as bikes q ele está fazendo por encomenda de alguém. A própria MBB nem era pra estar montada, ele deixou montada pq nós pretendíamos experimentar, e mesmo a outra low (aquela cinza) acho q ele pretende fazer de forma diferente, aquele já é um quadro que ele re-re-reaproveitou rabbit . E a Bless acho q só tinha pq é um protótipo q tb sobrou, mas ele já fez umas por encomenda (acho q está fazendo outra agora, tb).

Nem tinha visto q foi postado um vídeo "promocional" da Bless. Tem um trecho bem longo de pedal sem as mãos!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcus Del Mastro



Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 42
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Sex Dez 16, 2011 8:11 pm

Grande vídeo!

Acabei vendo os outros 10 vídeos que tem no canal dele.

Tem outros com ele filmando e sem as mãos. O louco é que um segura a câmera e a outra fica atrás da cabeça,
isso que é fazer graça, hehehe

Mas, falando sério, isso é sinal de bikes muito bem projetadas, Davilson anda sem as mãos na descida,
ou pedalando, segurando a câmera... é sinal de belas bikes.

A Bless me pareceu a mais consistente de todas que andei (apesar de ter amado as Lowracers),
É bem rígida, transmite bem a força do pedal e ao mesmo tempo é muito confortável.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
duram



Mensagens : 629
Data de inscrição : 30/01/2010
Idade : 53
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Dom Dez 25, 2011 7:54 am

Coloca mais detalhes e fotos da bike FDW que tem pé de vela móvel e não a fixa.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com.br/duram
SOLYOM



Mensagens : 103
Data de inscrição : 01/06/2010
Idade : 45
Localização : Araçoiaba da Serra - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Dom Dez 25, 2011 10:23 pm

duram escreveu:
Coloca mais detalhes e fotos da bike FDW que tem pé de vela móvel e não a fixa.


Oi Duram

Na verdade estou "devendo" não só mais imagens desse protótipo, mas tbem as caracteristicas, prós e contras dessa configuração.

FWD MBB foi discutida em outro tópico deste forum.

Fiquei vidrado nesse tipo de reclinada, isso foi em 2003/2004 quando fiz os primeiros protótipos, e justamente o primeiro foi uma fwd mbb 26/26.

Pesquisei e encontrei os sites do Tomas Traylor e Sean Costin, e também da Cruzbikes que vendia apenas o kit de adaptação. Esses foram os precursores dessa configuração de recli, mas antes surgiram alguns exemplares e hoje há muitos mais, incluindo a Zockra por exemplo.

Dentro desse tipo de reclinada há também as MBB articuladas no meio, convencionadas com o nome Python, na qual o efeito pendular auxilia no equilibrio, mas segundo relatos, é o tipo mais dificil de aprender.

Uma FWD MBB tem uma grande virtude; é uma reclinada completa em termos de exigência física (trabalha-se membros inferiores e superiores), e é preciso se concentrar na pedalada

Além disso a distribuição da carga de pedalada é muito melhor; câmbios ficam à frente; corrente tem tamanho padrão; todo o conjunto de transmissão fica praticamente livre de poeira e detritos portanto tem vida util muito maior; não existe o problema do contato do calcanhar no pneu (p/ swb); pedais ficam muito baixo (assento também)

Acho que o maior problema é justamente a interferência das cargas das pernas na direção.
Ocorre que para se ter segurança e definição de traçado de rodagem, é preciso ter uma margem de variação o menor possível, e isso só é possivel tendo a direção livre e o ideal é que seja estável (quando se consegue pedalar sem as mãos no guidão) - a direção instavel é aquela que quando se solta o guidão a bicicleta vira para um dos lados fechando cada vez mais a curva - a direção indiferente (confunde-se com a instavel), é aquela em que a direção fica na posição deixada (não desvia de uma vez, mas também não volta à estabilidade)

Em qualquer MBB, mesmo nas "consagradas" Cruzbikes, essa margem de segurança do traçado sempre será maior que numa reclinada com direção independente, exigindo um melhor estudo de geometria (o uso de aros maiores deve melhorar a estabilidade)




Triângulo de força; leve e resistente - O tubo principal suporta o câmbio dianteiro e a mesa do guidão




Entre eixos - 107cm
Assento - 23cm
Eixo pedivela - 45cm
(Esse cabelo aí não é meu não...)





Não é preciso pezinho




Não é preciso por o pezinho no chão, hehehe




Rebaixando mais um pouco, pela inversão do garfo traseiro.





Pela frente baixa, visibilidade perfeita









Resultado final.

Espero que sirva de auxilio à quem se interessa em construir esse tipo de reclinada, e se alguem quiser mais detalhes pode me escrever que eu ajudo no que puder; solyombikes@gmail.com

Abraços

Davilson Solyom

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.solyombikes.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 26, 2011 7:43 am

Oi Solyom,

Esse triângulo dianteiro não é ajustável, é?

Afinal, você consegue controlar bem essa MBB? Minha (pouca) experiência com um kit semelhante ao da Cruzbike foi decepcionante.

Apesar disso, uma geometria que acho interessante é a da Cruzbike Vendetta, por usar rodas grandes e ter o banco a 23 graus.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
duram



Mensagens : 629
Data de inscrição : 30/01/2010
Idade : 53
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 26, 2011 7:29 pm

Onde fica o "Quartel General da Solyom" ? quem sabe em 2012 passo por lá para
um pedal.

Essa FWD é 20x20 ou 26x26? na foto parece menor a roda, qual o angulo máximo
de gira do guidon sem ter que tirar o pé do pedal?

Daniel
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com.br/duram
SOLYOM



Mensagens : 103
Data de inscrição : 01/06/2010
Idade : 45
Localização : Araçoiaba da Serra - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Dez 26, 2011 10:17 pm

Mordaz escreveu:
Oi Solyom,

Esse triângulo dianteiro não é ajustável, é?

Afinal, você consegue controlar bem essa MBB? Minha (pouca) experiência com um kit semelhante ao da Cruzbike foi decepcionante.

Apesar disso, uma geometria que acho interessante é a da Cruzbike Vendetta, por usar rodas grandes e ter o banco a 23 graus.

O triangulo é fixo, há só ajuste no banco (avanço e inclinação), e posição do guidão (avanço e ângulo)

Pois é... esse é o problema; não senti segurança satisfatória ao pedalar.
É o que eu disse sobre margem de segurança; ao pedalar vc tem uma margem de segurança ou tolerância no seu traçado: supondo que numa reclinada estável essa margem seja de uns 3 cm ou menos para direita e esquerda, numa MBB vc precisa de uns 20 cm pra lá e pra cá. Para se conseguir ter precisão no traçado (por exemplo; vc precisa passar entre dois buracos no asfalto onde só cabe o pneu), é preciso se concentrar, e segurar o cj dianteiro no braço.
Essa MBB é 20/20, portanto já é mais arisca por causa das rodas. As curvas podem ser bem fechadas também, mas exigem dos braços.
Mas assim ficou esse exemplar, outras MBB terão caracteristicas diferentes, mais fáceis (ou mais dificeis), de pedalar.
Rodas grandes e acerto na geometria devem melhorar e facilitar a pedalada numa MBB.
É preciso também um bom treino;
O Nino com milhares de km de recli, sofreu para pedalar e como não havia tempo acabou passando para o Marcus, que devia ter rodado uns 200m de reclinada em sua vida, e que andou relativamente bem nas primeiras pedaladas.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.solyombikes.com
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Ter Dez 27, 2011 1:00 am

SOLYOM escreveu:
Mordaz escreveu:
Oi Solyom,

Esse triângulo dianteiro não é ajustável, é?

Afinal, você consegue controlar bem essa MBB? Minha (pouca) experiência com um kit semelhante ao da Cruzbike foi decepcionante.

Apesar disso, uma geometria que acho interessante é a da Cruzbike Vendetta, por usar rodas grandes e ter o banco a 23 graus.

O triangulo é fixo, há só ajuste no banco (avanço e inclinação), e posição do guidão (avanço e ângulo)

Pois é... esse é o problema; não senti segurança satisfatória ao pedalar.
É o que eu disse sobre margem de segurança; ao pedalar vc tem uma margem de segurança ou tolerância no seu traçado: supondo que numa reclinada estável essa margem seja de uns 3 cm ou menos para direita e esquerda, numa MBB vc precisa de uns 20 cm pra lá e pra cá. Para se conseguir ter precisão no traçado (por exemplo; vc precisa passar entre dois buracos no asfalto onde só cabe o pneu), é preciso se concentrar, e segurar o cj dianteiro no braço.
Essa MBB é 20/20, portanto já é mais arisca por causa das rodas. As curvas podem ser bem fechadas também, mas exigem dos braços.
Mas assim ficou esse exemplar, outras MBB terão caracteristicas diferentes, mais fáceis (ou mais dificeis), de pedalar.
Rodas grandes e acerto na geometria devem melhorar e facilitar a pedalada numa MBB.
É preciso também um bom treino;
O Nino com milhares de km de recli, sofreu para pedalar e como não havia tempo acabou passando para o Marcus, que devia ter rodado uns 200m de reclinada em sua vida, e que andou relativamente bem nas primeiras pedaladas.


Eu tenho a impressão de que, quanto mais habituado se está com reclinadas "convencionais" (de central fixo), maior a dificuldade com as MBB.

Eu, pessoalmente, não tenho muito interesse em MBB, mas a Leonor tem uma certa curiosidade. Eu até consultei os caras da Cruzbike para saber
se o modelo Vendetta estaria disponível com rodas 650c. A resposta foi não, mas mesmo que estivesse, é meio cara demais para uma recli de
alumínio.

Será que esse seu protótipo acomoda alguém com Xseam de 86 cm? Wink

Mudando completamente de assunto (e lembrando que você é, talvez, o construtor de reclinadas com o maior número de geometrias diferentes
prototipadas!), já pensou em fazer um trike delta lean-steered como o TCR1?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
SOLYOM



Mensagens : 103
Data de inscrição : 01/06/2010
Idade : 45
Localização : Araçoiaba da Serra - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Ter Dez 27, 2011 11:10 pm

Oi Mordaz

Então, ela como está tem pouquissima regulagem, mesmo avançando o banco e usando pedivelas 140 ou menos, tvz não dê (somente recuando / encurtando o triangulo de força), não sei preciso medir melhor.
De qquer forma, uma das formas de se medir uma configuração que dá certo, é ver quanta gente faz e usa essa configuração e o que dizem à respeito, as MBB são minoria.
Ainda tenho vontade de trabalhar nesse conceito, deverei usar 26/26, e também andei namorando essa configuração de trike.

Abraços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.solyombikes.com
Marcus Del Mastro



Mensagens : 899
Data de inscrição : 25/03/2011
Idade : 42
Localização : Sorocaba - SP

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Dom Jan 01, 2012 8:25 pm

Eu acho que esse tipo de trike (como a TCR1) vai ser a revolução no mundo trike, vai sair muita coisa daí ainda.
É a geometria com melhor tração, permite maiores velocidades em curvas, é uma solução "simples".
As trikes tadpole possuem uma geometria na direção extremamente complexa e de difícil execução.
Além disso, as tadpole sempre tem um steering acochambrado, nunca as 3 rodas estarão teoricamente
perfeitamente alinhadas em qq curva. (o trapézio é uma aproximação razoável apenas).

Já as "TCR1", teoricamente, estarão alinhadas as 3 rodas, independente do raio de curvatura.
Isso dá mais estabilidade e menor arrasto.

Ainda sim dúvido que qq trike, por melhor que seja a transmissão, bata uma reclinada de 2 rodas em
desempenho, mas acho extremamente válida para pensarmos velomóbiles com assistência, acho
que é a melhor opção.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pocketcar.org
Mordaz



Mensagens : 2197
Data de inscrição : 22/05/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Seg Jan 02, 2012 1:10 am

Marcus Del Mastro escreveu:
Eu acho que esse tipo de trike (como a TCR1) vai ser a revolução no mundo trike, vai sair muita coisa daí ainda.
É a geometria com melhor tração, permite maiores velocidades em curvas, é uma solução "simples".
As trikes tadpole possuem uma geometria na direção extremamente complexa e de difícil execução.
Além disso, as tadpole sempre tem um steering acochambrado, nunca as 3 rodas estarão teoricamente
perfeitamente alinhadas em qq curva. (o trapézio é uma aproximação razoável apenas).

Já as "TCR1", teoricamente, estarão alinhadas as 3 rodas, independente do raio de curvatura.
Isso dá mais estabilidade e menor arrasto.
Não acho que esse TCR1 seja revolucionário. Segundo o construtor desse protótipo, ele tem
um problema parecido com o dos trikes de direção traseira (embora, talvez, em menor grau):
Quanto maior a velocidade, mais sensível fica a direção. Também foi mencionado que o
protótipo é muito sensível e variações no centro de gravidade, ou seja, não serve igualmente
bem a pessoas com distribuições de massa diferentes.

Quanto ao alinhamento das rodas, um triciclo delta já resolve isso (o Rans Trizzard, por
exemplo) ou, melhor ainda, um "leaning delta".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fotolog.terra.com.br/bentrider
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!   Hoje à(s) 7:33 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Nova visita ao Quartel General das Solyom Bikes!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Decal TAM pintura nova
» Honda PCX com nova coleccção de acessórios
» Yamaha revela nova esportiva de 250 cm³
» Globo compra nova Prison Break, mas só exibe 24 horas e Lost
» Charger RT '69 - MPC

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ciclismo reclinado geral-
Ir para: