InícioInício  RecliforumRecliforum  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ricardo Michel



Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/05/2009
Idade : 48
Localização : Rio de Janeiro - RJ

MensagemAssunto: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Dom Jan 29, 2012 8:50 pm

Caros,
criei uma página onde mostro como instalei farol e lanterna traseira em uma EXD com dínamo de cubo.
A instalação em si é simples, mas não é comum aqui no Brasil, então achei interessante apresentar os detalhes. Não me preocupei, porém, em justificar o uso do dínamo ou em apresentar as partes utilizadas e seus códigos.
No caso do modelo EXD existe a questão do canote do guidão e do próprio corpo da bicicleta serem longos, implicando em utilizar fios mais compridos do que em uma mountain bike. Nada demais, de fato.

Esta EXD em particular usa uma bolsa de bagageiro um tanto mais longa do que o bagageiro, de forma que a lanterna traseira precisa de um adaptador, para que não fique oculta sob a bolsa. Devem haver outras formas de montar este adaptador. Escolhi uma forma simples e leve, utilizando tubos de alumínio iguais aos que são utilizados no porta alforges da EXD.

A EXD é de um amigo. Instalei um sistema similar na minha própria EXD, mas não fiz as fotos passo-a-passo desta instalação. No caso da minha bicicleta, instalei a lanterna traseira no topo do banco, em um suporte de alumínio muito simples. Vou instalar o mesmo sistema na minha tandem, porém com um dínamo para freio a disco. Postarei as fotos quando o fizer.

O link para a página onde apresento a instalação é:
http://sites.google.com/site/rmichelbr/home/dinamo-e-farol

Saudações,
Ricardo C. Michel

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ninocoutinho

avatar

Mensagens : 1229
Data de inscrição : 20/09/2010
Localização : Itabira - MG

MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Qua Fev 01, 2012 8:18 am

Ricardo, seja bem-vindo a este espaço, também Very Happy ! Só te conheço das mensagens do grupo Zohrer, fotos e relatos dos audax, etc... please sinta-se à vontade pra dividir suas experiências conosco aqui no recliforum, tb, sempre q achar oportuno! Wink

Acho bacana demais esse lance dos dínamos de cubo, me lembro q numa pesquisa q o Pedro divulgou provavelmente há mais de ano (e q acho q publicaram no blog do audax rio) falava da preponderância desse tipo de sistema de alimentação/iluminação, entre os randoneiros do Paris-Brest-Paris. De fato, qndo estive lá (aí?) no audax urbano, boa parte dos ciclistas "convidados" pela organização (os brasileiros q tinham ido pro PBP) usavam esse esquema, principalmente uma moçada do sul.

Pro uso urbano tb acho interessante, e claro pra tour. Eu uso lanterninha chinesa mesmo daquelas de um zilhão de lumens, e piscas traseiros cateye (nas bikes e no capacete). Com certeza planejo continuar tendo-os disponíveis, mas seria legal ter alguma bike com as luzes alimentadas por dínamo.

Minha única experiência com esses dínamos foi uma rápida pedalada pela ciclovia ali do Leblon, Ipanema e Copa, na Azub Max do Valdson Cleto, lá de sampa - aliás, a q ele usou no PBP. O cubo dele era um SON. Estávamos também em companhia do Luis Lazary, um randoneiro lá do sul, amigo do Cezar, tb, q também estava com o cubo SON - aliás, uma bike praticamente toda montada com as "coisinhas" do Klaus Rurack! Cool

Ah, detalhe, esse dínamo no cubo da Azub do Valdson também tinha uma "saída" pra recarregar o celular. Ou melhor, a "saída" é sempre uma só, né, dpois q chega numa espécie de "terminal" q vai pros faróis e disponibiliza uma entrada q acho q é usb.

Há uns meses lembro q rolou uma discussão no BROL (e tlvz deva rolar sempre) sobre os cubos com dínamo, a serem instalados em rodas de aros 20... Parece q tem alguma preocupação com (perdoe a ignorância) potência, corrente ou tensão (acho q essa última) excessivas por causa de ser uma roda q vai girar muito mais do q uma 26'' ou 700c - q pressupõe-se serem as rodas pras quais são pensados esses cubos. Pelo q me lembro, pra alguns modelos de cubo (especialmente os mais simples da shimano) a preocupação procede; pra outros, não, pois existe de fábrica uma proteção à sobrecarga (de tensão?). Vc tem essas infos? Sei q no seu artigo vc não se procupou

Ricardo Michel escreveu:
em justificar o uso do dínamo ou em apresentar as partes utilizadas e seus códigos.
Mas se vc tiver os dados aí dos cubos q vc usou na sua e na bike desse camarada, posta aí para nós.

AAAAHHHH, me lembrei q sua exd é com 26'' na frente, não? Nao sei pq, mas suspeito q essa do seu amigo também é. De qualquer forma, o q vc souber sobre o assunto é bem-vindo. Foi simples encontrar raios na medida certa? Será q acha pra aro 20 sem grandes problemas?

Tem um pessoal aqui no recliforum q quer me convencer a colocar 26'' na frente geek mas, mesmo q eu um dia faço isso drunken , não seria nessa bicicleta q teria intenção de instalar um cubo com dínamo, e sim numa com aro 20 na frente, mesmo.

Abraço,


Nino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ricardo Michel



Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/05/2009
Idade : 48
Localização : Rio de Janeiro - RJ

MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Qui Fev 09, 2012 6:49 pm

Oi, Nino

Desculpe pela demora na resposta! É incrível que já tenha passado mais de uma semana que eu não voltava aqui para ver se havia algum comentário. O tempo voa!

Bem, estou preparando duas páginas adicionais para o site.
Numa delas apresentarei as peças e partes usadas, bem como os critérios para tê-las escolhido.
Em outra página estou adicionando material complementar {como o link para o Eduardo Green, de Santa Catarina, fornecedor que nos vendeu os dois faróis atualmente instalados} e algumas possibilidades adicionais, como o uso do dínamo para recarregar baterias e equipamentos.
Mostrei a página para o Eduardo Green e ele forneceu um material adicional para disponibilizar lá para download. São tabelas para o cálculo do comprimento dos raios e um arquivo sobre a instalação do sistema de iluminação.

Quanto ao uso do regulador de tensão, bem, tive más experiências sem ele. Eu o uso sempre, desde então.
Meu dínamo é um DH-3N80 (3W, 6V) e foi primeiramente montado em uma roda 20" na minha EXD. É um bom dínamo, mas não tem regulador interno. Na verdade, não vi nenhum que o tivesse.
Quando comprei o dínamo (em uma viagem que fiz para a Alemanha), expliquei que o montaria em uma roda 20" e que temia pela regulagem de tensão. Numa das lojas me disseram que não havia o que temer, pois o farol (à led) tinha reguladores internos que evitariam que queimasse. Na outra loja disseram que eu nunca chegaria à velocidades tais que gerasse tanta energia a ponto de causar danos ("Não numa bicicleta que usa uma roda 20" - Tolinhos!). Disseram também que existiam reguladores de tensão, mas que nenhum cliente da loja os usava.
Bem, no primeiro passeio com o sistema instalado, ao chegar aos 42Km/h saiu uma fumaça inacreditavelmente fedida do farol!!! Foi-se! Foi-se em um luminoso e fumacento estouro!
Revi a instalação. Pedi ajuda. Revirei a internet atrás de fotos sobre como os fios deveriam estar conectados e encontrei um alemão que deu uma revisada na instalação e disse que estava tudo OK. Devia ser um baita azar, ou defeito do farol. Instalei o farol reserva (que havia comprado para a tandem). Aos quarenta e poucos quilômetros por hora: PUF! Adeus fumacinha mágica!!! Queimei o segundo farol!!!

Cheguei à conclusão de que precisava do regulador! Se os alemães não precisavam dele, talvez fosse porque todos usavam rodas de aro 28" em bicicletas para uso urbano, em baixas velocidades (?). Ou o vendedor não tinha a peça e me atochou esta história de que eu não precisava dela.
Decidi instalar o regulador. Procurei no Mercado Livre e encontrei (com o EduGreen). Comprei um novo farol, também. Uma vez instalado o regulador, não tive mais problemas!
Pouco tempo depois, troquei a roda dianteira por outra, esta com aro 26". É a configuração atual da minha EXD e foi com esta configuração que participei da série Audax no ano passado. Mantive o regulador, pois nas velocidades que eu desço as Paineiras, mesmo a roda 26" iria girar muito depressa e torrar o sistema de novo.
Sai cara esta brincadeira!
Eis a foto do circuito do segundo farol, após queimar:
http://imageshack.us/photo/my-images/839/circuitofarolqueimado.jpg


Quanto aos raios, não foi muito difícil, mas teve seus percalços.
A oficina que fez a primeira instalação para mim, no aro 20", não demorou para achar os raios, mas a qualidade deles era duvidosa: enferrujaram em poucas semanas e logo eu tinha vários (mais de seis) raios quebrados.
Na segunda instalação que fiz (na extinta oficina da Pedal2), foram usados raios de boa qualidade, fornecidos pela Amazonas Bike.
Há poucos dias montei uma roda aro 20" com dínamo para a tandem, na Free Bikes (com dois anos de atraso, pois $ não dá em árvore ). Eles também compraram os aros com a Amazonas, mas a Amazonas entregou o comprimento errado duas vezes; o certo, apenas quatro semanas depois!
No caso do aro 26" atual (antiga Pedal2), a Amazonas tinha o comprimento certo para pronta entrega. Creio que é uma questão de sorte, afinal!

Esta troca do aro 20" pelo 26" leva a algumas mudanças interessantes na bicicleta e na sensação de pedalar.
Primeiro, como tenho pernas compridas e fico com o banco BEM recuado, a roda da frente perde um pouco o contato com o chão nas subidas mais íngremes. Nestes casos, preciso sentar mais à frente durante a subida. Existe uma lomba para o templo budista, a qual eu não subo mais, pois a EXD agora empina! Mas esta é *realmente* íngreme!
Por fim, os pés formigavam muito nas primeiras vezes em que pedalei com a roda maior. Os pedais ficam mais altos e eu tinha a tendência a ficar dobrando os dedos dos pés para sustentá-los no pedal. O clip ajudou muito, mas em pouco tempo, com ou sem clip, eu já estava totalmente habituado à nova posição de pedalada.
O guidão fica mais alto e ocupa uma área maior do nosso campo de visão.
O lado positivo é que o rolamento em asfalto, para as viagens longas, parece ter melhorado muito! A estabilidade da bicicleta também. Como vantagem adicional, diria que é muito mais fácil encontrar bons pneus para aro 26" do que para aros 20". Além disto, não carrego mais câmaras de dois tamanhos diferentes nas viagens (levava duas de cada tipo!!)- (após Schwalbe Marathon Plus, nem câmaras carrego mais! 2100 Km sem furos!!!! )

Bem, escrevi demais, mas é para compensar a demora em ter lido a mensagem :-)
Saudações,

Ricardo Michel



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique

avatar

Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 59
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: para simplificar   Qui Mar 01, 2012 9:08 pm

e não ter que enfiar até a mão no bolso até o fundo e quem possui habilidades em eletrônica, tem esse projeto usando imãs de neodímio de HDs, fica leve, funcional, não tem problemas com raios, é só juntar os componentes e instalar!!!

vai da habilidade de cada um de "ajeitar" a coisa!!!



http://www.instructables.com/id/Contactless-dynamo-powering-bike-safety-lights/




http://www.instructables.com/id/Contactless-dynamo-bike-wheel-lights/


todos os componentes são facilmente encontráveis, HDs bichado de de caixa, as bobinas podem ser de qq relê ou outra máquina sucateada de ferro velho, fiz para um amigo meu e ficou muito bom, mora num sitio e dependia de luz boa para locomoção, ficou muito leve o pedalar, protegi tudo com resina, infelizmente não tenho fotos da peripécia mas pretendo fazer em duas bikes minha e qdo fizer posto o passo a passo, desde a obtenção dos materiais até as soluções estéticas!


abraços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
arakawa

avatar

Mensagens : 22
Data de inscrição : 31/10/2011
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Sex Mar 02, 2012 8:53 am

Eu sempre imaginei um dínamo desses Very Happy Mas eu colocaria mais ímãs e as bobinas mais espaçadas.

Vi agora que ele usa cada bobina pra energizar uma coisa diferente. Isso até funciona, mas a geração deve "piscar" pra caramba em baixas velocidades. Se colocar 4 bobinas e 4 ímãs em X, alternando as polaridades, dá pra deixar o negócio bem mais uniforme sem precisar de um mega capacitor no retificador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
prof carlos henrique

avatar

Mensagens : 327
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 59
Localização : Araçatuba - sp

MensagemAssunto: arakawa   Sex Mar 02, 2012 10:53 am

a montagem que fiz foi o do primeiro link com os imãs preso nos raios, usei 8 imãs e 6 bobinas e ainda um retificador de corrente e carregador para duas baterias de celular que fornecia energia para as lanternas de leds!!

o do segundo link que prende as bobinas nos raios não achei legal!


para ficar uniforme tem que retificar e usar os capacitores e não precisa ser mega capacitor não!!!

o conjunto que fiz fornecia energia para o retificador/carregador e não uma bobina pra cada secção de luz.

o circuitinho é muito simples e fácil de se fazer, vale a pena!

abraços
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ricardo Michel



Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/05/2009
Idade : 48
Localização : Rio de Janeiro - RJ

MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Sex Mar 02, 2012 6:22 pm

Gostei do circuito e arranjo da primeira foto.
Para luz de posição deve ser mais do que suficiente!

<divagando>
Com um arranjo destes, ou mesmo com um dínamo tradicional, dá para contar o número de voltas da roda e montar seu próprio odômetro. Não que seja prático, mas seria divertido!
<\divagando>

Saudações,

R*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
artur elias

avatar

Mensagens : 545
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Sab Mar 03, 2012 6:46 am


Este tópico é uma maravilha!

Very Happy

E seu tutorial tbém, parabéns Ricardo Michel - um exemplo a ser seguido. Estou convencido que o ciclismo utilitário/funcional só pode deslanchar no 3º mundo quando muita gente começar a botar a mão na massa e fazer as coisas com as prórias mãos e ensinar outros a fazer tbém - porque não tem onde comprar, e se tiver é impagável para a imensa maioria.



[ ] fraterno



a.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pespracima.blogspot.com
arakawa

avatar

Mensagens : 22
Data de inscrição : 31/10/2011
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   Sab Mar 03, 2012 11:48 am

Ricardo Michel escreveu:

<divagando>
Com um arranjo destes, ou mesmo com um dínamo tradicional, dá para contar o número de voltas da roda e montar seu próprio odômetro. Não que seja prático, mas seria divertido!
<\divagando>


É exatamente esse princípio que os ciclo computadores usam para funcionar. Eu nunca fui atrás dos computares sem fio, mas seria perfeitamente possível fazer um sensor sem fio e sem bateria usando uma bobina e um ímã. A EnOcean faz interruptores sem fio e sem bateria, que usam a energia do movimento da chave para a transmissão do sinal (http://www.enocean.com/home/), deve ser possível adaptar isso pros ciclo computadores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Instalando farol e lanterna traseira em EXD com dínamo de cubo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» - Ford '32- 3 window -
» Hot Rod Agora com Farois!
» Ferrari 430 Spider
» O Primeiro Helibras Militar
» Boeing 727-200 AVENSA

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Faça você mesmo-
Ir para: